Castan destaca importância do Vasco vencer o CSA: “Iniciar a briga por coisas maiores”

Vasco possui um compromisso importantíssimo na próximo rodada do Brasileirão em que uma vitória é imprescindível

Bruno Romão
22 anos, estudante de Jornalismo, amante da escrita, natural de Campina Grande (PB) e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação

O confronto diante do CSA pode indicar que o Cruzmaltino pode alçar voos maiores na competição nacional. Mesmo jogando no Espírito Santo, a equipe de Vanderlei Luxemburgo deverá ter a presença em peso do seu torcedor. Diante disso, Leandro Castan, capitão do time, frisou a necessidade do clube obter os três pontos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

”Encaramos essa partida como um divisor de águas. A gente vai para esse jogo com muita humildade, mas sabendo que é preciso personalidade para vestir a camisa de um clube grande. Esse jogo pode reabrir a competição para nós, pois temos a possibilidade de iniciar a briga por coisas maiores, olhando mais para a parte de cima da tabela. Temos que ter consciência disso, deixando de lado aquele medo de ser feliz. Depois do início ruim tivemos, a oportunidade surgiu e não podemos desperdiçá-la”, declarou ao site oficial do Vasco.

A partida irá colocar dois irmãos frente a frente. Isso porque Luciano Castan atualmente defende as cores do Azulão.

”O Luciano é meu irmão, e não tenho mais o que dizer. Amo muito ele. É um cara especial demais para mim. Está construindo sua família agora também, com seu filho que acabou de nascer. Eu desejo toda sorte do mundo para ele na sequência da carreira. Não vai ser uma partida simples, um jogo qualquer, será um duelo especial, principalmente quando eu ver ele lá do outro, mas dentro de campo cada um vai dar o seu melhor para vencer. Que o resultado seja positivo para o nosso lado”, concluiu.

O duelo está marcado para o próximo domingo (04), no estádio Kléber Andrade, às 19h (horário de Brasília).

LEIA MAIS

Em busca de um centroavante, Vasco não descarta retomar conversas com Palmeiras por Arthur Cabral