CBF e clubes concluem modelo de fair play financeiro para 2020

Programa será implementado aos poucos no futebol brasileiro ao longo dos próximos quatro anos

Matheus Leal
Setorista e editor-assistente do Torcedores.com

Crédito: Thais Magalhães/Divulgação CBF

Depois de algumas reuniões entre a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), representantes dos clubes brasileiros e também da Ernst & Young, o modelo do fair play financeiro, que será implementado a partir de 2020, foi concluído.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Nas reuniões estiveram presentes os executivos de Flamengo, Internacional, Palmeiras e São Paulo, que representaram todos os clubes da Série A, o Diretor de Registro, Transferência e Licenciamento da CBF, Reynaldo Buzzoni, o Gerente de Licenciamento da CBF, Ênio Gualberto, e o economista e consultor especializado em esportes, César Grafietti.

As regras do fair play financeiro serão utilizadas na Série A e na Série B, porém ainda como forma de experimentação. De acordo com a CBF, apenas os primeiros itens do programa serão implementados na Série A. Já na Série B será um ano de orientação. O modelo será implantado de forma gradativa durante os próximos quatro anos.

“O resultado do trabalho é um documento robusto, que será a base do trabalho nos próximos anos. O Fair Play Financeiro é um ponto fundamental para a evolução do futebol brasileiro e crucial para o licenciamento dos clubes. Será um processo gradual, com informação, orientação e, posteriormente, punições”, analisou Buzzoni.

LEIA MAIS

Brasileirão: São Paulo chega a 300 vitórias na era dos pontos corridos; veja ranking

Conmebol anuncia início das vendas dos ingressos para final da Libertadores e Sul-Americana; veja preços

CBF anuncia mudanças no VAR a partir do segundo turno do Brasileirão; veja quais