Corinthians entra em acordo com construtora por queda de valor da Arena

O estádio do Corinthians ainda não oficializou a reunião, mas espera “colocar no papel” em até 15 dias o novo contrato

Rafael Brayan
Apaixonado pelo estudo do esporte mais praticado no mundo.

Crédito: Rafael Brayan/Torcedores

O Corinthians teve uma reunião de conselheiros da equipe e anunciou o acordo com a construtora Odebrecht pelo valor a ser pago da Arena, nesta segunda-feira (12). O presidente Andrés Sanchéz afirmou que está tudo certo com as partes e em breve será anunciado oficialmente a redução de R$170 milhões.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Inicialmente no valor de R$ 800 milhões, o valor da dívida da Arena Corinthians ficará eme R$160 milhões, com repasse de CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) à construtora, além dos R$ 450 milhões de empréstimo ao BNDES via Caixa Econômica Federal, totalizando R$ 610 milhões. Os conselheiros do Corinthians, em contato com o Meu Timão, informaram que ainda haverá negociação para a redução do empréstimo com a Caixa.

Em reunião com até oposição política do atual grupo mandatário, o presidente do Corinthians não explicou em quantas parcelas pagará o valor restante. O time alvinegro já quitou R$ 160 milhões da dívida e paga cerca de R$ 6 milhões mensais (à exceção dos meses entre novembro e fevereiro, quando não há competição e receitas com bilheterias).

LEIA MAIS:

Notícias do Corinthians: veja tudo sobre o Timão nesta segunda (12)

Vazamento na Arena fará com que torcedores sejam realocados de lugar no jogo desta noite