Torcedores – Notícias Esportivas

Ao perder por 4×0 em casa, diretor de equipe da segunda divisão alemã fica pistola com o time: “Atuação miserável”

Após ver time perder por 4×0 na estreia em casa na segunda divisão alemã, diretor fica pistola com equipe

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores.com e contador de histórias do esporte.

Crédito: FC Nuremberg/Reprodução

A segunda rodada da 2. Bundesliga (segunda divisão alemã) teve um confronto de times muito conhecidos. Nesta segunda-feira (05), Nuremberg x Hamburgo se enfrentaram no Max-Morlock-Stadion. Os donos da casa, porém, não tiveram muita sorte. Muito pelo contrário: foram goleados pelos Dinossauros. O 4×0 deixou Robert Palikuca, diretor técnico do time bávaro, muito pistola com a equipe.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Na entrevista coletiva após Nuremberg x Hamburgo, o técnico croata disparou contra seus jogadores. Para começar, classificou a atuação como “miserável”. Seguiu: “Creio que não seja assim que o time queira jogar na frente dos nossos torcedores, no nosso estádio. Ainda mais na nossa primeira rodada atuando em nossos domínios. Queríamos jogar um futebol perigoso aqui, e não fizemos isso”, declarou um Robert Palikuca, diretor técnico do FCN, muito pistola.

O treinador não deixou, também, de pedir reforços publicamente para a diretoria. “Pode ser que ainda existam posições que ainda precisamos nos reforçar”, comentou. Palikuca não deixou de elogiar seus adversários. Um atleta em especial: Johannes Geis. “Precisávamos desse tipo de jogador. Ainda não temos um jogador com essas qualidades na equipe. O Mercado da Bola ainda vai durar mais um tempo, e pode ser que tentemos mais algumas contratações”, finalizou o croata.

Situação

Na primeira rodada, porém, o diretor técnico do Nuremberg não teve motivos para ficar pistola. A equipe da Baviera venceu outra equipe tradicional na Alemanha. Trata-se do Dynamo Dresden: 1×0. Apenas duas equipes estão com 100% de aproveitamento até aqui: o Karlsruher e o Erzgebirge Aue. Em outros tempos, o Nuremberg também já teve um técnico peculiar. Boris Schommers obrigava seus jogadores a fazer flexões quando erravam.

LEIA MAIS
Após vice-campeonato, torcida do Borussia Dortmund reclama do time: “Decepcionou como sempre”
Presidente do Borussia Dortmund dispara após goleada para rival: “Sábado negro, decepcionante e irritante”
Técnico do Liverpool surpreende ao falar sobre maior trabalho da carreira e “ignora” Reds e Borussia Dortmund