Torcedores – Notícias Esportivas

Do drama familiar ao brilho no Carioca: conheça Marcos Júnior, volante do Vasco

Marcos Júnior chegou ao Vasco em abril deste ano, após ter sido um dos destaques do Bangu na disputa do Campeonato Carioca

Gabriel Dias
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Rafael Ribeiro/Vasco

No início do ano, o volante Marcos Júnior emocionou o Brasil após um gol para a esposa, que faleceu após uma luta contra o câncer. O jogador foi um dos destaques do Bangu na disputa do Campeonato Carioca de 2019 e foi contratado pelo Vasco no mês abril.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Na última rodada da Taça Rio, o Bangu superou o Vasco em São Januário por 2 a 1 e garantiu a vaga na semifinal. O autor do gol da virada banguense foi justamente Marcos Júnior, que aproveitou o momento para homenagear a esposa Vanessa França. Após a partida, o atleta chorou durante entrevista ao contar sobre o drama familiar vivido por ele.

O desempenho do atleta dentro de campo ajudou o Bangu a fazer uma excelente campanha no Carioca de 2019. O clube chegou à semifinal do campeonato estadual, e deu trabalho ao Vasco da Gama em jogo disputado no Maracanã.

O bom desempenho fez a equipe banguense terminar na terceira posição geral do Campeonato Carioca. Além disso, o jogador foi premiado como um dos melhores jogadores da competição estadual.

No mês de abril, Marcos Júnior chegou sem custos ao time da colina, com um contrato até o fim de 2021. Com a camisa cruzmaltina, o volante já disputou oito partidas e marcou o gol da vitória do clube carioca sobre o Goiás na 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Aos 24 anos, o jogador se tornou títular absoluto na equipe comandada pelo técnico Vanderlei Luxemburgo.

Além do Bangu, o jogador já defendeu as camisas do Bonsucesso-RJ, Volta Redonda-RJ, América-RN, ABC-RN e Paysandu.

Leia mais sobre o Vasco:

Quiz: Quando o Vasco ganhou a Libertadores?

Atual técnico do Vasco, Luxemburgo deu o pontapé na carreira como auxiliar há 38 anos na equipe vascaína