Torcedores – Notícias Esportivas

F1: Hamilton dedica vitória no GP da Hungria a estrategista da Mercedes

O inglês Lewis Hamilton venceu o GP da Hungria após uma ousada estratégia da Mercedes nas voltas finais

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores.com, amante dos esportes americanos e do automobilismo.

Crédito: Twitter oficial da Mercedes

As últimas voltas do GP da Hungria foram tensos, principalmente para o britânico e líder da temporada 2019 da F1, Lewis Hamilton, que não conseguia ultrapassar o holandês Max Verstappen.

Mas o cenário que era favorável ao jovem holandês da Red Bull Racing mudou e passou a ser favorável ao piloto da Mercedes, quando o estrategista James Volwes optou por uma manobra ousada: realizar um novo pit stop, colocando pneus novos, para tentar chegar ao final da corrida mais próximo de Verstappen e com melhores condições.

O que parecia uma manobra arriscada, se mostrou certeira: a diferença de 21 segundos foi caindo volta após volta, e restando apenas cinco para o término da prova, Hamilton chegou e não enfrentou resistência por parte de Verstappen, claramente com pneus sem condições de segurar o piloto da Mercedes.

Após receber a bandeirada do GP da Hungria, Hamilton fez questão de dedicar a vitória ao estrategista da Mercedes: “Obrigado, caras. Sei que a última corrida havia sido dura. E, James, desculpa por duvidar de sua estratégia. Sensacional. Espero que vocês estejam se sentindo tão bem quanto eu”, declarou via rádio.

Na entrevista oficial da F1, Hamilton comentou mais sobre a importante vitória conquistada neste domingo: “Tentei salvar os pneus o máximo que pude. Eles eram rápidos nas retas, a defesa estava boa. Não achei que poderia ter diminuído a diferença para Max, mas me mantive focado.”