Fifa estuda limitar elencos para 25 a 30 jogadores, mas decisão não agrada CBF, diz blog

Entidade também planeja limitar a quantidade de empréstimos de jogadores por clubes

Cido Vieira
Jornalista formado e apaixonado por futebol desde criança. No Torcedores.com desde o ano de 2017, já acumulei diversas funções no site e atualmente me dedico a cobertura do futebol nordestino. No Twitter (@cidovieira90)

Crédito: Divulgação - Fifa

De acordo com informações do blog do Rodrigo Mattos, do UOL Esporte, a Fifa discute uma proposta de reduzir os elencos dos times de futebol para um número de 25 a 30 atletas em campeonatos nacionais. A postura, no entanto, não agradou a CBF que classifica este cenário como impossível no futebol brasileiro.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Segundo o blog, a medida está sendo estudada por um grupo da Fifa e foi debatida em uma reunião com diretores de futebol dos times nacionais.

“A tendência da Fifa é planejar uma restrição a elenco de 25 a 30 jogadores. Passaram essa informação para a gente. Eu disse que não daria no Brasil”, – disse o diretor do departamento de registros e transferências da CBF, Reynaldo Buzzoni. O mesmo integra o grupo de estudos na entidade máxima do futebol.

O intuito da Fifa desde o ano passado é limitar o poder de superclubes e agentes. Em nosso país, os clubes costumam tem elencos “inchados”, na maioria das vezes com mais de 30 jogadores. No Brasileirão de 2019, a CBF tentou limitar para 40 atletas, no entanto, os clubes foram irredutíveis e elevaram o índice para 45 jogadores.

“Essa limitação de 25 atletas é boa para o técnico, mas não é boa para o gestor no Brasil. O Manchester City pode ter 25 jogadores porque, se perde um, vai lá e pega o capitão do Atletico de Bilbao por 40 milhões de euros. No Atlético, não tenho como fazer isso. Gosto de programar um time com 33, com 11 de transição”, afirmou o diretor de futebol do Atlético-MG, Rui Costa.

Mesmo disposta a limitar os elencos, a CBF classifica a medida da Fifa viável apenas para torneios internacionais.

“Falei para a Fifa que podia ser aplicada a limitação de 25 nos campeonatos internacionais”, contou Buzzoni.

Outra proposta estudada no grupo da Fifa é a restrição de empréstimo de jogadores. De acordo com Buzzoni em contato ao blog, a ideia é que os time só possam emprestar oito jogadores. Medida esta que atingiria diretamente a estratégia de clubes europeus, habitualmente acostumados a contratar só por reserva de mercado. O cenário também é visto em alguns clubes nacionais.

LEIA MAIS: