Fluminense demite Fernando Diniz após derrota para o CSA

Técnico deixa o Fluminense na zona de rebaixamento do Brasileirão

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Lucas Merçon/Fluminense

O técnico Fernando Diniz foi demitido do comando técnico do Fluminense na manhã desta segunda-feira (19), um dia após comandar a equipe na derrota por 1 a 0 para o CSA, no Maracanã, pela 15ª rodada do Brasileirão.

O ex-técnico da equipe carioca foi pressionado por Celso Barros, homem forte do futebol do Fluminense, na semana passada. O ex-mandatário da Unimed disse que o futebol bem jogado não adiantava sem resultados.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Bancado pelo presidente Mário Bittencourt, Diniz não resistiu a mais uma derrota, dessa vez para um concorrente direto pelo rebaixamento, e caiu nesta segunda.

Diniz deixa o comando com o clube na 18ª colocação do Campeonato Brasileiro. Foram três vitórias na competição, três empates e outras nove derrotas.

Apesar da má fase no Brasileirão, o Fluminense está vivo na luta pelo título da Copa Sul-Americana, onde enfrenta o Corinthians na quinta-feira (22), pela ida das quartas de final.

Veja a nota oficial do Fluminense
“O Fluminense FC desligou, na manhã desta segunda-feira (19/08), o técnico Fernando Diniz. O clube agradece ao treinador e deseja sorte em sua carreira.

A diretoria trabalha na contratação do novo treinador e o auxiliar técnico Marcão assume a equipe interinamente.”

No Fluminense desde 2018, Fernando Diniz comandou o clube em 43 partidas, conquistou 18 vitórias, 11 empates e 14 derrotas.

Leia mais:
Libertadores, Brasileirão, Sul-Americana, futebol europeu e mais: confira todos os jogos da semana