Sato se redime e vence em Gateway. Kanaan é terceiro e Newgarden roda

Takuma Sato aparece do nada e vence a corrida disputada neste sábado (25), em Gateway. O japonês se redime do acidente em Pocono há uma semana.

Andre Nascimento Donati
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Twitter oficial da NTT IndyCar Series

Em uma história típica de anime, Takuma Sato, uma semana após ser duramente criticado por ter causado um acidente em Pocono, venceu a corrida disputada neste fim de semana, no oval de Gateway, em St.Louis. O japonês apareceu de surpresa em primeiro nas voltas finais. Da mesma maneira, Tony Kanaan terminou a corrida em terceiro lugar. Essa é a primeira vez que o baiano vai ao pódio desde o segundo lugar no Texas em 2017, quando ainda era piloto da Ganassi.

Já Matheus Leist, o outro brasileiro e companheiro de Tony, foi apenas o 17º colocado

Assista ao vivo as corridas da Indy de graça por 1 mês. Aproveite o lançamento do DAZN Brasil!

Para entender como Sato e Kanaan conquistaram esses resultados, confira com foi a corrida em Gateway.

Primeira Metade

Assim como aconteceu em Pocono, Sato e Ryan Hunter-Heay se estranharam na largada. Contudo, não houve acidente com cinco carros; os dois continuaram na prova. Ainda assim, a bandeira amarela foi agitada devido a uma escapada de Marcus Eriksson na curva 3.  Josef Newgarden manteve a ponta, e Sebastian Bourdais teve uma boa saída e assumiu a segunda posição.

Na relargada, Will Power ultrapassou Bourdais e foi a caça de Newgarden, mas o líder do campeonato se manteve na frente. Quem também estava se destacando era Santino Ferrucci, que passou Bourdais e assumiu a terceira colocação.

As paradas nos boxes começaram na volta 48. E no meio da janela de pit-stops, mais precisamente na volta 54, Will Power, com os  pneus frios, foi para o lado sujo da pista e bateu no muro, causando a segunda bandeira amarela da corrida. E durante a interrupção, Scott Dixon, um dos pilotos que lutam pelo título, teve o carro recolhido por problemas mecânicos..

Na confusão causada pela bandeira amarela, James Hinchcliffe assumiu a liderança, com Ferrucci em segundo e Newgarden em terceiro.  Ferrucci começuo a atacar Hinchcliffe, mas o canadense se defendia bem. Contudo, o americano assumiu a ponta na volta 81. Já Newgarden foi ultrapassado por Bourdais e se fixou na quarta colocação.

Na volta 110, Newgarden entrou nos boxes, abrindo a janela de pit-stops para os líderes. E o piloto da Penske quase não encontrou o muro ao tentar ultrapassar Hinchcliffe, que tinha acabado de sair dos boxes. Por outro lado, Ferrucci entrou e saiu dos boxes sem nenhum problema.

Pela segunda vez na noite, Marcus Eriksson causou bandeira amarela. Desta vez, o sueco deu um toque no muro e acabou quebrando o carro, forçando a paralisação.

Segunda Metade

Na volta 130, a corrida recomeçou. E Alexander Rossi começou a aparecer na prova, superando Newgarden e assumindo a quarta colocação na relargada Entretanto, o recomeço não durou nem uma volta, pois Charlie Kimball e Spencer Pigot se tocaram, e o segundo encontrou o muro e causou uma nova interrupção.

A bandeira verde foi agitada na volta 142. E Rossi mostrou sua fora ao deixar Hinchcliffe para trás. Newgarden também não perdeu tempo e passou o canadense.  Na volta 175, o piloto da Penske entrou nos boxes, novamente abrindo a janela de paradas dos líderes e se deu bem, pois conseguiu ultrapassar Rossi nos boxes. Por outro lado, Ferrucci teve problemas no pit-stop e Bourdais rodou na volta 192, causando a quinta interrupção da prova.

A interrupção no meio da janela dos pit-stops bagunçou a  corrida. Takuma Sato foi parar em primeiro lugar, com o brasileiro Tony Kanaan em segundo e Ed Carpenter em terceiro. Newgarden voltou em quarto e Rossi, em quinto.

O final de prova foi relativamente tranquilo. Sato disparou na frente, e Kanaan ficou segurando Carpenter. O brasileiro segurou o americano até restarem apenas três voltas, quando Carpenter passou o baiano e foi para cima de Sato. Na bandeirada final, Carpenter tentou uma manobra, mas a vitória ficou com o japonês.

Contudo, a emoção final ficou com Newgarden. o líder do campeonato, que vina para terminar a corrida me quarto lugar, rodou na curva final e cruzou a linha de chegada apenas em sétimo lugar.

Gateway foi o último oval da temporada. Agora, faltam apenas duas etapas para acabar o campeonato, ambas em circuitos mistos. E a próxima etapa é já na semana que vem, em Portland.

LEIA MAIS

Lucas di Grassi fatura a pole position para a Corrida do Milhão da Stock Car