Lugano revela como desafiou Daniel Alves a jogar no São Paulo: “Ganhar com Messi e Neymar é fácil”

Ex-zagueiro uruguaio explicou como usou Messi e Neymar para motivar o lateral a deixar a comodidade no futebol Europeu

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/São Paulo

A chegada de Daniel Alves ao São Paulo, que marca o retorno do lateral-direito ao futebol brasileiro após 17 anos atuando na Europa, por clubes como Sevilla, Barcelona, Juventus e PSG, ainda rende assunto para quem conseguiu promover tal feito. Em entrevista ao jornal “Folha de S.Paulo, o ex-zagueiro Diego Lugano, que atualmente trabalha na diretoria do clube do Morumbi, falou sobre o processo de negociação.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Lugano contou que foi até a França, antes do término da temporada europeia, para conversar com Daniel Alves. Após o papo inicial, o diretor executivo do São Paulo, Raí, entrou em ação. “Eu fui lá na França, conversei e joguei a semente nele. Isso foi uns três ou quatro meses antes de começar a Copa América. Depois foi o Raí. Eu sentia que o São Paulo ia precisar desse tipo de jogador. Primeiro, porque não tínhamos um lateral direito. E também pelo nível, a mentalidade. E ele ainda torcia para o São Paulo.”

“Foi depois de um jogo do Paris Saint-Germain na França. Falei para o Daniel assumir o maior desafio da vida dele. Ele tem 40 títulos, é o maior da história, mas falta uma conquista. Você tem o desafio de ganhar um título na sua terra, disse para ele. O São Paulo é um time gigante que está com pressão e não consegue relaxar. E você pode ser essa figura. Ele aceitou”, disse Lugano.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

O ex-zagueiro ainda elogiou a personalidade do lateral para deixar a estabilidade do futebol europeu e retornar ao Brasil. “Ele tem ​colhões, né? Eu desafiei ele. É fácil ser campeão ao lado de Messi e Neymar. Quero ver se pode assumir a responsabilidade. Quando chegou aqui, ele falou: viu que eu vim mesmo? Ele é um cara sensacional”, completou.