Maicon analisa semelhanças do Athletico com o Grêmio: “Equipe parecida com a nossa”

Atleta de 33 anos falou sobre o adversário do clube gaúcho na Copa do Brasil

Felipe Gomes da Costa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/DAZN

Nesta quarta-feira (14), Grêmio e Athletico Paranaense se enfrentam pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. Em entrevista coletiva realizada nesta terça (12), o volante gremista Maicon analisou o confronto, e apontou semelhanças do Furacão com o Tricolor. A partida, que terá início às 21h30 no horário de Brasília, ocorrerá na Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).

Quer futebol de graça por 1 mês? Conheça DAZN Brasil!

Maicon analisa Athletico Paranaense

Na conversa com os jornalistas, Maicon analisou as características do Athletico Paranaense. Para ele, o time de Curitiba apresenta características que também são praticadas pela equipe gaúcha.

“A gente analisa bastante o adversário. O Athletico é uma equipe um pouco parecida com a nossa, de toque de bola, de jogadores velozes na beira do campo, um centroavante fixo que faz bastantes gols e que a gente já conhece”, afirmou.

O volante destacou também que o elenco gremista já estudou o rival.

“Sem dúvidas, a gente já estudou bastante o Athletico. A gente sabe das qualidades deles e onde a gente pode jogar para furar o bloqueio e conseguir fazer gols”, disse.

Entrevista de Maicon

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Ficha técnica – Grêmio x Athletico Paranaense

Motivo: Jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil

Data: 14/08

Horário: 21h30 (Horário de Brasília)

Local: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (BA) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ), Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ), Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Sérgio Corrêa da Silva (BR)

Leia mais: Gol vadio? Narrador ganha a simpatia dos tricolores e admite: “É delicioso narrar o Grêmio”

D’Alessandro projeta Inter x Flamengo: “55% a 45% a favor da gente”