Mercado da Bola: Cruzeiro segue buscando a contratação de volante revelado pelo Palmeiras que brilhou no Paulistão 2019

Cruzeiro quer contratar Jobson, do Santos, no Mercado da Bola

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Ivan Storti/Santos FC

Ainda sem técnico após a saída do técnico Mano Menezes, o Cruzeiro busca reforços no Mercado da Bola. De acordo com a imprensa, um dos possíveis novos contratados está no Santos. Trata-se de Jobson, volante do Peixe.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

De acordo com os portal Globoesporte.com e Gazeta Esportiva, o jogador não possui a confiança do técnico Jorge Sampaoli. O Santos desembolsou cerca de R$ 4 milhões para contratar o jogador após o final do Campeonato Paulista, quando se destacou pelo RB Brasil, antes da abertura do Mercado da Bola. O Globoesporte.com já interrogou José Carlos Peres sobre a saída do jogador, e o mandatário do Peixe afirmou que “não tem chance nenhuma” dele sair do Alvinegro Praiano”.

A primeira opção do Cruzeiro era o empréstimo de Jobson para Minas Gerais. A situação, porém, foi muito dificultada pela diretoria santista. A equipe celeste, então, passou a considerar a compra do atleta. Vale destacar que a equipe celeste foi uma das concorrentes do Santos quando a contratação foi efetuada, no último Mercado da bola.

Jobson é cria das categorias de base do Palmeiras. Se profissionalizou no Verdão em 2015, mas teve pouca chance de demonstrar seu futebol. Ele foi muito emprestado pela então diretoria alviverde. Atuou em Santo André, Nacional, Náutico e RB Brasil. No Toro Loko, chegou por empréstimo junto ao Timbu e, posteriormente, foi contratado. No Santos, atuou, principalmente, na equipe de aspirantes do Peixe – que disputa o Brasileirão da categoria.

LEIA MAIS
Torcida do Cruzeiro celebra invencibilidade no ano e 100% de aproveitamento na Libertadores
Ao atender pedido de fã mirim, Cavani ouve pedido para que jogue no Cruzeiro; veja vídeo
No Cruzeiro, Raniel perdeu mais de 25% dos jogos por lesão; São Paulo também sofre com contusões