Microsoft, Sony e Nintendo pretendem mudar loot boxes em seus jogos

As empresas querem que os jogos mostrem as chances de tirar bons itens nos loot boxes

Pietro Cardoso
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Blizzard

A Entertainment Software Association (ESA) revelou nesta quarta-feira, dia 07, que as empresas Microsoft, Sony e Nintendo querem que os estúdios esclareçam as chances de conseguir algo nos loot boxes. A informação foi revelada por Michael Warnecke durante o workshop “Inside the Game”. (via GameSpot)

“Tenho o prazer de anunciar esta manhã que a Microsoft, Nintendo e Sony indicaram à ESA um compromisso com as novas políticas de plataforma no que diz respeito ao uso de loot boxes pagas em jogos que são desenvolvidos para nossas plataformas. Elas vão exigir a divulgação da raridade/probabilidades de obter itens virtuais aleatórios em jogos que estão disponíveis em suas plataformas”, declarou Michael Warnecke

O assunto é sempre tema de discussão entre os fãs e as próprias publicadoras; muitos acham esse sistema um caça níquel, onde as pessoas tendem mais a perder do que ganhar. Nesse novo sistema, os jogadores terão mais informações para poder gastar o seu dinheiro.

Vale destacar que em certos países são proibidos a utilização desse sistema. Na Bélgica, por exemplo, a comercialização de Fifa Points são proibidas.

Para finalizar, Warnecke cita os dispositivos Android e iOS. As lojas virtuais, tanto a Play Store quanto a App Store, revelam as probabilidades aos players.

LEIA MAIS