Morre na Argentina o ex-jogador José Luis Brown, campeão do mundo em 1986

“Tata” Brown tinha 62 anos de idade e marcou um dos gols da Albiceleste na decisão do título mundial contra a Alemanha.

Gustavo Militão
Jornalista de Recife-PE, apaixonado por esportes.

Crédito: Twitter/Gabriel Batistuta

Luto no futebol argentino. Faleceu nesta segunda-feira (12) aos 62 anos o ex-jogador José Luis Brown. Conhecido como “Tata”, o zagueiro fez parte do elenco da seleção da Argentina, campeã mundial em 1986 na Copa do México. A informação foi divulgada pelo Estudiantes de La Plata, clube onde o zagueiro foi revelado.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

A causa da morte do ex-jogador não foi divulgada. Todavia, exames médicos feitos no começo do ano em Brown revelaram que ele sofria de uma doença degenerativa. E que teria se agravado nos últimos dias. Ele foi uma das figuras de destaque na campanha vitoriosa da Argentina em 1986 no México. Inclusive foi ele que marcou um dos gols na final contra a Alemanha, que terminou com vitória argentina por 3 a 2.

Na mensagem, o Estudiantes citou que era um dia de “máxima tristeza para a família alvirrubra”. O clube também se referiu a Brown como um “gladiador” e que sua memória “perdurará eternamente”.

Ex-atletas lamentam a morte de “Tata” Brown

O ex-atacante Gabriel Batistuta também se despediu de José Luis Brown nas redes sociais. “Graças por sua luta dentro e fora dos campos. Que descanse em paz, Tata”, postou Batistuta. Outro que também usou as redes para se despedir de Brown foi Burruchaga, companheiro de seleção naquela Copa.

Como jogador, Brown foi bicampeão argentino defendendo a camisa do Estudiantes. Também jogou no Boca Juniors, Deportivo Español e no Racing. “Tata” Brown também atuou pelo Atlético Nacional, da Colômbia, Stade Brestois, da França e também no Real Múrcia, da Espanha.

LEIA MAIS:

Mourinho revela quatro favoritos a ganhar Premier League e causa risadas

Galvão Bueno critica Rogério Ceni e diz que técnico abandonou trabalho por “grife” do Cruzeiro