MotoGP: Dovizioso supera Márquez na última curva e vence na Áustria

Piloto da Ducati travou duro duelo com o líder do campeonato, superando o representante da Honda nos metros finais no Red Bull Ring

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Ducati

Andrea Dovizioso venceu neste domingo (11) o Grande Prêmio da Áustria, 11ª etapa da temporada 2019 da MotoGP. O italiano da Ducati travou uma tensa batalha com Marc Márquez, líder do campeonato e piloto da Honda no Red Bull Ring, em Spielberg, e conseguiu a manobra que lhe valeu a vitória apenas na última curva da volta final da prova, capitalizando sua segunda vitória na temporada.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Os dois foram os principais pilotos da corrida, sempre se revezando na primeira posição após se estranharem na largada e, posteriormente, deixarem Fabio Quartararo, piloto da SIC Yamaha para trás. Dovizioso tomou a ponta restando nove voltas para o final, mas seis voltas depois, Márquez retomou a dianteira. O que se viu, então, foi os dois pilotos trocando ultrapassagens, com o italiano ficando com a vitória nos metros finais.

Fabio Quartararo, que chegou a liderar a parte inicial da prova, terminou a prova na terceira posição com uma Yamaha da SIC, sendo seguido por Valentino Rossi, quarto com a Yamaha depois de largar da décima colocação. O grupo dos cinco primeiros no circuito austríaco foi completado por Maverick Viñales, companheiro do italiano na Yamaha.

Alex Rins, que chegou a aparecer na segunda posição na primeira volta, terminou em sexto com a Suzuki, sendo seguido por Francesco Bagnaia, piloto da Pramac, equipe satélite de Ducati. Miguel Oliveira teve boa atuação e fechou a corrida em oitavo com uma KTM da Tech3, enquanto Danilo Petrucci, da Ducati, foi o nono. Franco Morbidelli, com uma Yamaha da SIC, fechou o top-10.

A próxima etapa da MotoGP acontece no dia 25 de agosto, com a disputa do Grande Prêmio da Inglaterra, prova que será disputada no circuito de Silverstone.

Confira como foi a corrida

A prova no Red Bull Ring começou com Andrea Dovizioso tomando a primeira colocação de Marc Márquez, mas os dois se estranharam poucos metros depois. Melhor para Fabio Quartararo, que assumiu a primeira colocação, seguido por Alex Rins e Jack Miller, enquanto o italiano da Ducati caiu para quarto, seguido pelo líder do campeonato e piloto da Honda. Valentino Rossi saiu do décimo para o sexto lugar.

Na segunda volta, Rins despencou para a sexta colocação, fazendo com que Rossi entrasse no grupo dos cinco primeiros colocados. Na curva 3, Cal Crutchlow caiu após um incidente com Pol Espargaró, e ambos abandonaram. Dois giros depois, Márquez subiu para a terceira posição ao superar Miller, enquanto Dovizioso passou a pressionar Quartararo pela liderança.

Na sexta volta, Dovi e Márquez deixaram Quartararo para trás, tomando as primeiras colocações da prova, enquanto Rossi lutava com Miller pela primeira posição até ver o australiano da Pramac cair da Ducati no complemento da oitava volta da prova. No mesmo momento, Márquez tomou a liderança da prova ao superar Dovizioso, que trocou ultrapassagens com o espanhol.

Os dois primeiros passaram a abrir vantagem sobre Quartararo, alcançando dois segundos de frente sobre o piloto da SIC. O francês, porém, não era atacado por Rossi, que se mantinha na quarta posição, seguido agora por Maverick Viñales, seu companheiro de equipe. Na frente, Márquez não conseguia desgarrar de Dovizioso, que mantinha a diferença na casa de dois décimos.

No pelotão de trás, Takaaki Nakagami perdeu desempenho e caiu da oitava para a décima posição da prova, sendo superado por Miguel Oliveira e Danilo Petrucci. Na frente, Dovizioso passou a pressionar Márquez quando restavam 11 voltas para o final da prova, e conseguiu a ultrapassagem na reta dos boxes dois giros depois, tomando a primeira posição.

Sem conseguir atacar Quartararo, Rossi passou a sofrer a pressão de Viñales e de Rins com oito voltas para o final da prova. Márquez, por sua vez, passou a atacar Dovizioso, que mantinha uma diferença de um décimo para o espanhol. O líder do campeonato conseguiu a ultrapassagem, tomando a primeira posição. O que se viu então foram os dois trocando posições, com Márquez prevalecendo restando duas voltas para o final.

Dovizioso partiu para o ataque sobre Márquez na abertura da última volta, passando pelo espanhol na curva um. O italiano espalhou sua trajetória, e o espanhol retomou a primeira posição. O piloto da Ducati se manteve próximo e atacou novamente na última curva, conseguindo a manobra para vencer na Áustria.