Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Palmeiras 105 anos: conheça os 10 maiores artilheiros da história do Verdão

Artilheiro histórico mantém recorde desde a década de 30, ainda pelo Palestra Itália

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016, radialista na Paiquerê 91,7.

Crédito: César Maluco e Ademir da Guia formaram dupla histórica nas décadas de 60 e 70 (Reprodução/TV Palmeiras)

Nem todos os torcedores do Palmeiras conhecem os maiores artilheiros da história do Verdão, que estão concentrados especialmente no passado do clube.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O primeiro nome da lista, por exemplo, é o histórico Heitor, grande nome do Palestra Itália, como era chamado o Palmeiras antes da segunda Guerra Mundial, quando chegou a ordem para que tudo que tivesse ligação com a Itália fosse modificado – foi daí que o clube mudou de nome.

Na segunda posição vem César Maluco, membro da primeira e da segunda Academia, como ficaram conhecidos os times do Palmeiras nas décadas de 60 e 70 pelo exímio futebol jogado pela equipe.

Conheça os 10 maiores artilheiros da história do Palmeiras:

1º – Heitor – 317 gols – 1916 a 1931
Títulos: Tetracampeão paulista – 1920, 1926, 1926 (extra) e 1927; Taça dos Campeões Estaduais Rio-São Paulo – 1926; Torneio Início Paulista – 1927

2º – César Maluco – 182 gols – 1967 a 1974
Títulos: Pentacampeão brasileiro – 1967 (Robertão), 1967 (Taça Brasil), 1969 (Robertão), 1972 e 1973; Bicampeão paulista – 1972 e 1974

3º – Ademir da Guia – 154 gols – 1962 a 1977
Títulos: Pentacampeão brasileiro – 1967 (Robertão), 1967 (Taça Brasil), 1969 (Robertão), 1972 e 1973; Pentacampeão paulista – 1963, 1966, 1972, 1974 e 1976; Rio-SP – 1965

4º – Eduardo Lima – 149 gols – 1940 a 1952
Títulos: Pentacampeão paulista – 1940, 1942, 1944, 1947 e 1950; Tetracampeão Taça Cidade de São Paulo – 1945, 1946, 1950 e 1951; Copa Rio – 1951; Rio-SP – 1951

5º – Servílio – 140 gols – 1963 a 1969
Títulos: Tricampeão brasileiro – 1967 (Robertão), 1967 (Taça Brasil), 1969 (Robertão); Bicampeão paulista – 1963 e 1966; Rio-SP – 1965

6º – Rodrigues Tatu – 128 gols – 1950 a 1955; 1956 a 1957
Títulos: Copa Rio – 1951; Rio-SP – 1951; Paulistão – 1950; Bicampeão Taça de São Paulo – 1950 e 1951

7º – Evair – 126 gols – 1991 a 1994; 1999
Títulos: Bicampeão brasileiro – 1993 e 1994; Bicampeão brasileiro – 1993 e 1994; Rio-SP – 1993; Libertadores – 1999

7º – Humberto Tozzi – 126 gols – 1953 a 1956; 1960 a 1961
Títulos: Brasileirão (Taça Brasil) – 1960

9º – Luizinho – 123 gols – 1936 a 1941
Títulos: Tricampeão paulista – 1936, 1938 (extra) e 1940

10º – Tupãzinho – 121 gols – 1963 a 1968
Títulos: Bicampeão brasileiro – 1967 (Taça Brasil), 1967 (Robertão); Rio-SP (1965); Bicampeão paulista – 1963 e 1965

Leia mais:
Palmeiras completa 105 anos na semana mais decisiva da temporada

Globo transmite Flamengo x Palmeiras, reforça aposta em “jogo nacional” e planeja faturamento bilionário, diz site

Com golaço sobre o Ceará, Arrascaeta avança na lista de maiores artilheiros estrangeiros do Brasileirão

As melhores notícias de esportes, direto para você