Agora no LA Galaxy, Pavón avalia chances na seleção: “Se alguém está jogando bem deve ser chamado”

Pavón crê que ainda possui condições de ser continuar sendo chamado para defender a Albiceleste

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/LA Galaxy

Em sua apresentação oficial, o novo jogador do LA Galaxy comentou sobre seu futuro na seleção argentina. Ele admitiu que a MLS não é uma das ligas mais visadas no mundo, mas frisou que se atuar bem nos Estados Unidos pode ser convocado por Lionel Scaloni.

”Obviamente é difícil, porque na Argentina não se fala muito sobre esse campeonato, mas acho que se alguém está jogando bem deve ser chamado”, avaliou.

”Estou emocionado de chegar a este clube. Estava com muita vontade de jogar aqui. Falei com o Guillermo, que explicou como era e fiquei entusiasmado com tudo o que ouvi. Acredito que posso ser útil ao Los Angeles Galaxy durante o período que estiver aqui”, completou.

Quer ver a MLS de graça por 1 mês? Conheça DAZN Brasil!

O treinador da equipe crê que atletas como Pavón, que atuam em território norte-americano estão qualificados para defenderem suas respectivas seleções.

“Eu acho que a MLS cresceu muito e talvez há muito tempo na Argentina ou na América do Sul, muitas vezes nem a Liga Mexicana nem a Liga dos Estados Unidos foram reconhecidas, mas nos últimos anos ambas as ligas ganharam demais. Inclusive, mostraram que se pode convocar jogadores de ambas as ligas e ter um bom desempenho na seleção argentina”, declarou.

LEIA MAIS