Repórter questiona Jesus sobre rendimento do Flamengo no segundo tempo e técnico brinca: “só no Playstation”

Técnico do Flamengo fez brincadeira na entrevista após a classificação sobre o Emelec

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores

O técnico Jorge Jesus foi claro e enfático ao ser questionado por um repórter o porquê da queda de rendimento do Flamengo no segundo tempo. Segundo o português, para uma equipe manter o ritmo tão alto durante os 90 minutos “só no Playstation”.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“É impossível uma equipe jogar como o Flamengo fez por mais de 45 minutos”, iniciou Jesus a resposta.

“Teve 70% de posse de bola. Como você quer que uma equipe tenha o mesmo comportamento, com a mesma capacidade física, durante o jogo todo? Sabe onde isso acontece? No Playstation”, completou.

O técnico gostou muito do primeiro tempo do Flamengo contra o Emelec. O time conseguiu igualar a vantagem da equipe equatoriana com apenas 19 minutos, com dois gols de Gabriel.

“Eles fizeram uma primeira parte espetacular. Sabíamos que não seria possível manter aquele ritmo alucinante do primeiro tempo. Fizemos os gols e depois conseguimos gerir o jogo. Treinamos penalidades”, revelou o comandante do Rubro-Negro.

Agradecimento ao DM
O Flamengo teve de volta ao time dois de seus principais jogadores em 2019, mas nenhum deles com 100% das condições físicas.

Éverton Ribeiro e Arrascaeta, inclusive, “revezaram” na partida, já que o camisa 7 jogou o primeiro tempo e saiu no segundo para a entrada do uruguaio.

Jesus fez questão de agradecer ao departamento médico rubro-negro por entregar ambos os jogadores em condição de entrarem em campo no duelo decisivo.

“Quero agradecer ao departamento médico do Flamengo pela forma profissional que recuperaram em pouco tempo o Éverton e Arrascaeta”, apontou o técnico. “Foram muito importantes e acabaram os dois sem problema nenhum.”

O Flamengo volta a campo no próximo domingo (4), pelo Brasileirão, quando vai a Salvador para encarar o Bahia.

Leia mais:
Gabigol vai às redes sociais, agradece torcida, pede “calma” e dispara: “isso aqui é Flamengo, p…”