Revelação do Atlético-MG saiu de casa aos 10 anos e emocionou mãe com primeiro salário; conheça Alerrandro

Com 13 gols em 23 partidas, jogador tem sido um dos principais destaques ofensivos da equipe mineira na temporada 2019

BMG
Colaborador do Torcedores

Crédito: Bruno Cantini

Quando está em campo, o torcedor do Atlético-MG sabe que dos pés de Alerrandro vem coisa boa. Revelação do clube em 2018, ele teve uma ascensão meteórica e caiu nas graças do torcedor com facilidade. Joia atleticana, ele é um dos grandes valores lapidados nesta temporada.

Os números reforçam isso. São 13 gols em 23 jogos até agora no time profissional – em 2019, ele anotou outros dois na Copa São Paulo de juniores, disputada em janeiro.

Aos 19 anos, Alerrandro é tímido quando dá entrevistas, mas esse traço de personalidade some quando a bola está no pé. Natural de Lavras, interior de Minas Gerais, ele sempre teve o futebol como paixão, apesar de gostar muito de jogar bolinha de gude e soltar pipa. Tanto que aos oito anos já iniciou em uma escolinha. “Não tinha campo no bairro, aí tínhamos de ir para o outra região”, contou à TV Galo.

O começo no futebol

Uma perua Kombi foi seu transporte por muitos dias. Para se locomover ao bairro vizinho e jogar futebol, Alerrandro relembrou as dificuldades. “A gente ia para o campo treinar, mas antes era preciso passar em outro local para buscar redes de gol e bola. Depois era preciso devolver”, recordou.

Após isso, veio a chance de levar o futebol mais a sério. Com dez anos, passou a morar fora de casa, em um alojamento de outro clube. “Ia pouco para casa, nem aos fins de semana, ficava mais com meus amigos do alojamento. Isso para me preparar e para não sentir saudade da família”, explicou.

Com a chegada ao Atlético-MG, ele se impressionou com a estrutura do clube e com a receptividade. “Os jogadores que aqui já estavam me ajudaram e deram força. Os primeiros dias foram difíceis porque bateu a saudade da minha cidade e da minha família, mas com o tempo fui me adaptando.”

Emoção à família

O primeiro salário de Alerrandro emocionou a mãe. Da infância difícil e da comida contada em casa para uma melhora no padrão de vida. “Sempre tínhamos a comida contada nas compras do supermercado. Minha mãe tinha medo de comprar coisas mais caras e não poder levar, até que quando veio meu primeiro salário e eu disse a ela: ‘Não precisa preocupar, eu posso pagar. Pode pegar o que quiser’. Aí ela abriu o sorriso, chorou, e eu fiquei muito feliz”, relatou.

Agora, Alerrandro vive um novo momento. Pai de primeira viagem, viu a filha nascer no mesmo dia em que fez seu primeiro gol como profissional, em 2 de fevereiro, contra o Guarani-MG, pelo Campeonato Mineiro: “É uma emoção muito grande você chegar do treino e ver sua filha sorrindo para você. Não tem explicação”.

BMG

O Banco BMG é especialista na oferta de produtos e serviços financeiros adequados às necessidades de seus clientes. Com 88 anos de atuação, se consolidou no financiamento ao consumo de pessoas físicas. Com 3,5 milhões de clientes ativos, disponibiliza um amplo portfólio de soluções por meio da rede de atendimento física – composta por mais de 500 lojas help! Loja de Crédito e mais de 2 mil correspondentes bancários em todo território nacional –, e da sua plataforma digital Meu BMG. O grupo ainda mantém a BMG Invest com foco em renda fixa; o BMG Seguros, direcionado exclusivamente ao Seguro Garantia; e parte da subadquirente Granito.

Leia mais:
Galvão Bueno critica Rogério Ceni e diz que técnico abandonou trabalho por “grife” do Cruzeiro

Em nova oportunidade profissional, André Hernan comandará a bancada do programa ‘Troca de Passes’
Cidadão Paulistano: Vereador propõe homenagem a Felipão pela “linda trajetória e importância para o país”