Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Superação através do futebol: Richarlison se recusou a entrar no crime e hoje brilha na Premier League

Richarlison teve uma infância humilde, mas conseguiu superar as adversidades e hoje colhe os frutos do seu esforço

Bruno Romão
24 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Divulgação/Everton

A vida nunca foi fácil para o atual jogador do Everton. Nascido no interior do Espírito Santo, a criminalidade esteve lado a lado durante um bom tempo. Ele viu alguns seus amigos entrarem em um caminho sem volta, e lamentavelmente os perdendo. Porém, o atacante preferiu sempre ganhar dinheiro de forma honesta, ajudando sua família da maneira que podia, mas acabou passando por momentos de tensão.

“Minha vida poderia ter acabado várias vezes se estivesse no lugar errado na hora errada. No dia em que o cara apontou a arma para minha cabeça, ele pensou que eu era um traficante de drogas tentando roubar seu ponto de distribuição. Eu estava assustado. Eu pensei: “Se ele puxar o gatilho, eu estou morto. Mas eu sobrevivi e segui em frente”, declarou à revista ”FourFourTwo”.

Premier League de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Mesmo com sua carreira não decolando de cara, Richarlison optou por não desistir dos seus sonhos. O teste que teve no América-MG iria mudar sua vida. No clube mineiro, o atleta conseguiu se destacar na Série B de 2015 e foi contratado pelo Fluminense. Seu talento era notável, e, naturalmente, o time carioca não conseguiu segurá-lo por muito tempo.

Negociado com o Watford, Richarlison teve uma boa primeira temporada na Inglaterra e acabou sendo comprado pelo Everton por R$ 223 milhões. Sob o comando de Marco Silva, o brasileiro evoluiu ainda mais e chegou a seleção brasileira. Sua recompensa de não ter entrado no crime, nem ter desistido dos seus sonhos, foi o título da Copa América, com ele marcando gol na final.

Apesar de ter que lidar com diversas dificuldades em sua vida, o atacante sempre demonstrou ser uma pessoa irreverente e espontânea. Sua comemoração, a ”dança do pombo”, já virou marca registrada quando ele balança as redes.

Outro momento que divertiu alguns internautas ocorreu após a decisão da Copa América. Estando em rede nacional, Richarlison acabou esquecendo o nome da sua bisavó. A história foi contada nos vestiário e arrancou risadas dos seus companheiros de seleção.

Tendo uma vida confortável atualmente, o camisa 7 dos Toffees não esqueceu das suas origens e já tomou algumas atitudes nobres. Ele doou R$ 49 mil para alunos de sua cidade natal, Nova Venécia, disputarem Olimpíada de Matemática na Ásia. Além disso, também distribuiu camisas para crianças carentes de zona rural do Espírito Santo.

O Everton aposta na explosão e faro de gol de Richarlison para fazer uma boa campanha na Premier League 2019/2020. O primeiro confronto da equipe será neste sábado (10), diante do Crystal Palace.

LEIA MAIS