Presidente do Cruzeiro se confunde ao falar de multa rescisória de Rogério Ceni; entenda

Presidente do Cruzeiro afirma que “se confundiu” ao falar da multa rescisória de Rogério Ceni

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Cruzeiro EC/Divulgação

Wagner Pires de Sá, presidente do Cruzeiro, deu uma declaração que chamou atenção envolvendo Rogério Ceni. Nada, porém, que envolva esquemas táticos, a gestão de jogadores do treinador ou a rica história do profissional. A polêmica se deu por conta do pagamento da multa rescisória do novo técnico celeste junto ao Fortaleza.

Em entrevista ao portal Globoesporte.com, Wagner Pires de Sá comentou que não pagaria a multa rescisória de Rogério Ceni. “A nossa multa contratual e o nosso acordo é com ele, diretamente. Eu não intermediei nenhuma situação com o Cruzeiro. Mas o Rogério verbalizou para a gente que o Cruzeiro é quem vai pagar este valor”, afirmou o mandatário cruzeirense. Ele, por sinal, instantes depois, ratificou o que tinha dito. “Ele (Ceni) acertou com o presidente do Fortaleza. O Cruzeiro não vai pagar multa nenhuma. O acerto já foi feito. Eu vi o que ele (presidente do Tricolor de Aço) falou, mas não é bem isso. Fizemos o acerto direto com o Rogério, e ele iria acertar direto com o Fortaleza”, confirmou.

Horas depois, a assessoria de imprensa do Cruzeiro se explicou. O clube mineiro vai, sim, pagar a multa rescisória de Rogério Ceni. Ele afirmou que “se confundiu”. De acordo com a apuração do portal, o valor é próximo de R$ 1 milhão.

Não é a primeira vez que Wagner Pires de Sá se confunde. O presidente, por sinal, perdeu o sorteio da fase de grupos da Copa Libertadores da América 2019 porque esqueceu o passaporte.

Técnico

Dentre as últimas ações de Rogério, destacam-sem os elogios recebidos por um dos atuais centroavantes de Corinthians e as críticas ao VAR.

O impacto da chegada de Ceni no Cruzeiro também pode ser medido pelas declarações de atletas celestes após o empate contra o Avaí, no último domingo (11), no estádio Aderbal Ramos da Silva, popularmente conhecido como Ressacada. Ricardo Resende, que comando a equipe interinamente, afirmou que quer aprender com o novo treinador. Já Robinho, atleta que estava visivelmente emocionado após a saída de Mano Menezes, foi sincero ao afirmar que Rogério “vai ter trabalho”. Até mesmo a FIFA deu destaque para a contratação.

LEIA MAIS
Torcida do Cruzeiro celebra invencibilidade no ano e 100% de aproveitamento na Libertadores
Ao atender pedido de fã mirim, Cavani ouve pedido para que jogue no Cruzeiro; veja vídeo
No Cruzeiro, Raniel perdeu mais de 25% dos jogos por lesão; São Paulo também sofre com contusões