Terceiro, Thiago Camilo fala em “posição boa” de largada para a Corrida do Milhão

Piloto da Ipiranga Racing chegou a fase decisiva da classificação realizada neste sábado no Autódromo de Interlagos

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Rafael Gagliano

Thiago Camilo terminou a classificação para a Corrida do Milhão, sétima etapa da Stock Car, satisfeito com a terceira colocação obtida no grid. Na definição das posições para o início da prova, realizada neste sábado (24) no Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), o piloto da Ipiranga Racing, dono de cinco poles no ano, optou por brigar pela posição de honra mesmo com o regulamento da prova exigindo que os pilotos usassem pneus e combustível pensando na corrida, e chegou ao Q4, ficando na segunda fila.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Depois dos treinos de sexta-feira, Camilo considerou pensar no sétimo lugar, primeira posição entre os eliminados no Q2, por conta do menor desgaste de pneus, além da maior quantidade de combustível no carro para o domingo. Mas, optou por brigar pela pole após passar por algum susto pela primeira rodada da definição do grid, onde tentou apenas uma volta rápida.

“Realmente você fazendo cálculos tudo leva a crer que quem largar em sétimo (Ricardo Zonta ficou nessa posição) levará vantagem, mas resolvemos brigar pela pole position sem forçar, principalmente o consumo”, disse Camilo, que explicou como foi a classificação em Interlagos posteriormente, em especial o Q1, quando ficou ameaçado de não se colocar entre os 15 primeiros.

“No Q1 em dei a primeira volta rápida e desacelerei. Naquele momento estava em sexto e não pensava que os demais iam tentar uma volta rápida a mais, pois isso significa um segundo a mais no pit stop. Aí fui para décimo e ainda faltava o grupo 2 entrar na pista, minha posição entre os 15 que vão para o Q2 estava ameaçada. Mas o carro do Átila Abreu espalhou óleo na pista no início da sessão do segundo grupo e as coisas ficaram mais fáceis”, disse o piloto.

“Do Q2 em diante fomos pra cima, buscando a pole. O carro do Di Grassi estava muito mais rápido que todos os outros, então a melhor posição era a segunda, e faltou um pouquinho, mas largar por dentro em terceiro aqui em Interlagos é muito bom”, comentou Camilo, que reconhece ainda a necessidade de uma boa estratégia para a corrida e alguma sorte para sair da capital paulista com o quarto milhão da carreira.

“Amanhã teremos uma corrida onde além da velocidade o vencedor precisará de estratégia e sorte, principalmente em relação às entradas ou não do safety car. Vou entrar na pista focado na vitória”, completou o piloto da Ipiranga Racing, atual quinto colocado na tabela de pontos.

A Corrida do Milhão da Stock Car acontece neste domingo (25), a partir das 11h30, e contará com transmissão da TV Globo.

Foto: Rafael Gagliano