Com Thiago Mendes, veja a provável escalação do Lyon contra o Angers pelo Campeonato Francês

Comandado pelo brasileiro Sylvinho, o Lyon tenta se manter 100% no Campeonato Francês após vencer o Monaco por 3 a 0 na estreia

Luis Felipe Pereira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/ Lyon facebook oficial

Lyon e Angers se enfrentam nesta sexta-feira (16), abrindo a segunda rodada da Ligue 1. A partida, que acontece às 15h45, no estádio Parc Olympique Lyonnais, será a chance para o time da casa se manter com 100% de aproveitamento na competição. No jogo de estreia, contra o Monaco, longe de seus domínios, a equipe comandada pelo ex-jogador e técnico brasileiro Sylvinho, conseguiu uma grande vitória por 3 a 0 diante dos adversários do Principado. Atuando pela primeira vez de forma oficial com o apoio de sua torcida, o Lyon é favorito para garantir mais três pontos.

Campeonato Francês de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!


Com gols de Moussa Dembélé, Memphis Depay e Lucas Tousart, Les Gones não tiveram grandes dificuldades para bater os mandantes que ficaram com um jogador a menos em boa parte do jogo após a expulsão de Cesc Fábregas. A vitória serviu para começar a campanha no Campeonato Francês com o pé direito e eliminar parte da desconfiava que cercava o clube após os maus resultados na pré-temporada. Em cinco partidas amistosas realizadas na preparação, o Lyon venceu apenas uma, contra o Arsenal.

Além disso, a equipe passa por uma reformulação, com as chegadas dos brasileiros Juninho Pernambucano e Sylvinho para o corpo técnico e Jean Lucas e Thiago Mendes para o grupo de jogadores. Após perdas importantes como a de Ndombélé, Mendy e Fekir, vendidos na janela de transferências, o time segue como uma incógnita para o restante da temporada.

Provável escalação do Lyon

Diante do Angers, que também venceu na estreia, batendo o Bordeaux por 3 a 1 em casa, o Lyon tenta embalar na temporada e não terá grandes desfalques. A tendência é que Sylvinho repita o time da estreia com: A. Lopes; Dubois, Andersen, Denayer e Koné; Tousart, Thiago Mendes e Aouar; Traoré, Memphis Depay e Moussa Dembélé.

LEIA MAIS:

Árbitra francesa é primeira a comandar final masculina e recebe elogios na web: “melhor em campo”