Uefa coloca dois brasileiros na lista dos 50 jovens jogadores para ficar de olho na temporada 2019/2020

Os brasileiros Rodrygo e Renan Lodi estão entre promessas do sub-23 do futebol europeu pela Uefa

Bianca Turini
Jornalista graduada pela UNIP. Apaixonada por esportes desde que me conheço por gente. Procuro acompanhar um pouco de cada modalidade. Aprimorando sempre o Jornalismo Esportivo, que é o que me move.

Crédito: Divulgação/Uefa

Recentemente, a Uefa fez uma lista dos 50 jovens jogadores para os torcedores ficarem de olho nesta nova temporada 2019/2020 do futebol europeu. E, dentre estes nomes que aparecem, dois brasileiros que foram recentemente para fora ganharam destaque: Rodrygo, atacante do Real Madrid, e Renan Lodi, lateral-esquerdo do Atlético de Madrid.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Essa lista da Uefa conta com as promessas do futebol sub-23 e nomes que não são tão famosos, ainda. Os brasileiros foram transferidos nesta última janela e já estão conquistando seu espaço. Lodi já conseguiu ser titular por cinco vezes no time.

Na lista, a Uefa coloca uma frase para cada jogador selecionado por ela e, para os brasileiros não foi diferente. Renan Lodi foi dado como possível substituto de Filipe Luís, e mostra que Rodrygo seguiu os mesmos passos de Vinicius Jr, que também atua no Real Madrid.

Veja a lista da Uefa:

  • Yunus Akgün (Galatasaray)
  • Benoit Badiashile (Monaco)
  • Josip Brekalo (Wolfsburg)
  • Rhian Brewster (Liverpool)
  • Samuel Chukwueze (Villarreal)
  • Kevin Danso (Augsburg)
  • Alphonso Davies (Bayern)
  • Moussa Diaby (Bayer Leverkusen)
  • Denis Dragus (Viitorul)
  • Carel Eiting (Ajax)
  • Jurgen Ekkelenkamp (Ajax)
  • Elif Elmas (Fenerbahçe)
  • Fábio Silva (Porto)
  • Gedson Fernandes (Benfica)
  • Ianis Hagi (Genk)
  • Amadou Haidara (RB Leipzig)
  • Erling Braut Haland (RB Salzburg)
  • Adam Hlozek (Sparta Praga)
  • Mohammed Ihattaren (PSV)
  • Jovane Cabral (Sporting)
  • Dejan Joveljic (Eintracht Frankfurt)
  • Ozan Kabak (Schalke)
  • Ibrahima Konaté (RB Leipzig)
  • Alex Kral (Slavia Praga)
  • Khvicha Kvaratskhelia (Rubin Kazan)
  • Jacob Bruun Larsen (Borussia Dortmund)
  • Renan Lodi (Atlético de Madrid)
  • Sean Longstaff (Newcastle)
  • Arne Maier (Hertha Berlim)
  • Donyell Malen (PSV)
  • Ivan Oblyakov (CSKA Moscou)
  • Dani Olmo (Dínamo Zagreb)
  • Andreas Skov Olsen (Bologna)
  • Strahinja Pavlovic (Partizan)
  • Luca Pellegrini (Juventus)
  • Denys Popov (Dínamo de Kiev)
  • Riqui Puig (Barcelona)
  • Marco Richter (Augsburg)
  • Rodrygo (Real Madrid)
  • Romário Baró (Porto)
  • Matvei Safonov (Krasnodar)
  • William Saliba (Arsenal)
  • Ismaila Sarr (Watford)
  • Xaver Schlager (Wolfsburg)
  • Tiago Dantas (Benfica)
  • Sandro Tonali (Brescia)
  • Ferran Torres (Valencia)
  • Heorhiy Tsitaishvili (Dínamo de Kiev)
  • Nikola Vlasic (CSKA Moscou)
  • Güven Yalcin (Besiktas)

LEIA MAIS:

Klopp afirma que Alisson estará fora da Supercopa da Uefa por lesão