Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Wendell Lira revela que pensou em suicídio dias antes de indicação ao Puskas: “Salvou minha vida”

Atualmente Lira é jogador profissional de Fifa e mantem a carreira como youtuber

Danielle Barbosa
Jornalista. Escrevendo para o Torcedores desde 2014.

Crédito: Philipp Schmidli/Getty Images

O ex-jogador Wendell Lira foi o segundo brasileiro a conquistar o Prêmio Puskás, quando em 2016 desbancou nomes como Lionel Messi e Carlos Tévez para conquistar o título de gol mais bonito da temporada. Antes dele, apenas Neymar havia conquistado tal feito. Em entrevista ao site da Fifa, o agora youtuber revelou como a indicação ao Puskás salvou sua vida.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Eu decidi que ia acabar com a minha vida. Quando você não pode colocar comida na mesa da sua filha e da sua mulher, o mínimo que elas precisam para sobreviver… Eu não vi saída“, relembrou Lira.

O ex-jogador contou ainda a importância da indicação em sua vida .”Passei a noite inteira chorando. Eu ia fazer um amistoso em Goianésia. No caminho de Goiânia para Goianésia, chorei, porque já planejava terminar minha vida nessa jornada. Mas eu não consegui fazer isso, então voltei para casa. Eu abracei minha filha e sabia que não poderia deixá-la crescer sem um pai.

Dois dias depois eu recebi a notícia de que eu tinha sido nomeado para o Puskás. Isso salvou minha vida, me permitiu tomar outro caminho, reescrever minha história. Isso me trouxe oportunidade de trabalhar e dar suporte para minha família“, acrescentou.

Para Wendell Lira, só de ter a oportunidade de participar da premiação já foi importante. “Só de comparecer ao prêmio foi um conto de fadas. Eu conheci Kaká e Cristiano Ronaldo, de quem sou fã“, completou.