Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Afastado da TV, Arnaldo Cezar Coelho revela cirurgia para retirada de tumor maligno e tranquiliza: “Zero bala”

Ex-comentarista de arbitragem da TV Globo contou ainda como descobriu que tinha câncer de próstata

Danielle Barbosa
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/SporTV

O ex-árbitro Arnaldo Cezar Coelho está afastado dos holofotes da TV desde que se aposentou da função de comentarista de arbitragem da Rede Globo, no final de 2018. Durante entrevista ao programa “Grande Círculo”, do SporTV, exibida neste sábado (31), ele revelou ter feito uma cirurgia para a retirada de um tumor maligno no início do ano.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Eu quero confessar o seguinte: Com essa minha parada, eu pude tratar um pouco da família e um pouco da saúde. (…) Nesses exames todos, apareceu problema grave comigo. Eu tive que operar esse problema grave e, graças a Deus, está tudo bem comigo“, contou Arnaldo, que detalhou sobre o problema.

Em novembro (de 2018), eu fiz a ressonância e o médico falou que eu tinha uma lesão na próstata. Ele disse que eu poderia viajar, que era um negócio pequeno, e, quando eu voltasse, faria a biópsia. Eu voltei em janeiro, fiz a biópsia e era um tumor maligno”, revelou o ex-árbitro, que logo tratou de tranquilizar. “Na segunda-feira depois do Carnaval eu fiz a cirurgia. Zero bala! Fiz o pet scan e, graças a Deus, não tem nada“, completou.

CRÍTICAS AO VAR:

Durante a entrevista, Arnaldo Cezar Coelho também foi questionado e respondeu sobre o VAR (árbitro de vídeo) no futebol brasileiro. E o ex-árbitro não poupou críticas. “Eu não contra, propriamente dito. Eu sou a favor da tecnologia para dirimir dúvidas, como se a bola entrou ou não entrou (…)”

“Acontece que a Fifa criou um VAR cheio de penduricalhos. Teoria é fácil, na prática é difícil. O VAR é o “Chacrinha moderno”. O Chacrinha falava “Eu vim pra confundir, eu não vim pra explicar”. Então o VAR, pra mim, é o Chacrinha”, disparou.

“O árbitro está transferindo a responsabilidade para o VAR. Assim qualquer um apita. Isso sem falar do bandeirinha, do assistente. Se colocar um gandula de assistente é a mesma coisa”, acrescentou o ex-comentarista da Globo.

LEIA MAIS:
Liberado pela Globo, Galvão Bueno fecha segundo contrato publicitário, diz site