Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Athletico devolve o placar da ida, elimina o Grêmio nos pênaltis e avança para a final da Copa do Brasil

Com ótimo jogo ofensivo, o furacão devolveu os 2 a 0 diante do Grêmio na Arena da Baixada. Na disputa de pênaltis, Santos pega pênalti decisivo e garante o Athletico na grande final da Copa do Brasil

Junior Azevedo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina, fanático por futebol e torcedor do Londrina Esporte Clube.

Crédito: Foto: Reprodução/Athletico

Em ótimo jogo na Arena da Baixada, o Athletico Paranaense eliminou o Grêmio nos pênaltis e garantiu a vaga para a sua segunda final na história da Copa do Brasil. O furacão devolveu os 2 a 0 da partida de ida com gols de Nikão e Marco Ruben e levou a decisão para a marca da cal. Nas cobranças, Santos defendeu o pênalti decisivo de Pepê e garantiu a classificação dos paranaenses.

Agora, o furacão espera o vencedor do confronto entre Internacional e Cruzeiro para conhecer o seu adversário na grande final da Copa do Brasil. Na partida de ida, o colorado derrotou os mineiros fora de casa por 1 a 0.

O JOGO:

PRIMEIRO TEMPO

Em desvantagem no confronto, o Athletico iniciou a partida pressionando o Grêmio. E os gaúchos tiveram azar no início da partida. Com apenas dois minutos o lateral Leonardo sentiu uma lesão e foi substituído por Rafael Galhardo. No lance seguinte, os gremistas reclamaram de um toque de mão após cobrança de escanteio. O árbitro consultou o VAR e mandou o jogo seguir.

Aos nove minutos, Rony bateu falta com perigo assustando o gol de Paulo Victor. Seis minutos depois, o mesmo Rony fez bela jogada pela esquerda e cruzou para trás, Bruno Henrique pegou de primeira e mandou no travessão, no rebote, Nikão mandou para as redes, 1 a 0 para o Athletico Paranaense.

Após o gol a partida deu uma esfriada e o Grêmio só foi responder ao gol do furacão aos 30 minutos, com Alisson, que fez boa jogada pelo meio e finalizou para boa defesa de Santos. O Athletico seguiu dominando a partida, com mais posse de bola, porém, os mandantes não conseguiram criar boas chances de gols após abrir o placar.

SEGUNDO TEMPO

O furacão reforçou o seu apelido e voltou com tudo na segunda etapa. Logo no primeiro minuto de partida, Khellven cobrou falta na área e a bola sobrou para Léo Cittadini, livre abrir o placar, mas o meia do Athletico desperdiçou. No lance seguinte, Rony fez ótima jogada pela esquerda e cruzou na medida para Marco Ruben ampliar de cabeça, 2 a 0 na Arena da Baixada.

O Athletico Paranaense seguiu melhor na partida e, após ótimo contra-ataque puxado por Léo Cittadini, o zagueiro Kannemann deu um carrinho forte para matar a jogada e acabou expulso de forma direta. Com um a menos, David Braz entrou no lugar de André para compor o sistema defensivo.

Aos 20 minutos, Pepê puxou um bom contra-ataque pela direita e tocou para Alisson, mas o chute do atacante gremista foi desviado pela defesa do furacão. No lance seguinte, David Braz mandou para o gol após cobrança de escanteio, porém, o zagueiro da equipe gaúcha estava impedido.

Com um a mais, o Athletico Paranaense fez duas substituições: Desgastado, Rony deu lugar à Vitinho, enquanto Wellington saiu para a entrada de Marcelo Cirino. Melhor no jogo, o furacão seguiu pressionando, levando muito sufoco ao tricolor gaúcho. Aos 34 minutos, Jean Pyerre deu lugar à Thaciano no Grêmio.

Aos 39 minutos, Alisson cobrou falta na área do Athletico, a defesa afastou mal e David Braz cruzou rasteiro, a bola desviou em Marco Ruben e obrigou o goleiro Santos a fazer um milagre. No minuto seguinte, Lucho González entrou no lugar de Léo Cittadini

A partida seguiu truncada até o final, com o Athletico Paranaense buscando mais o gol aproveitando o homem a mais dentro de campo. Porém, a partida terminou 2 a 0 e a decisão foi para as cobranças de pênaltis.

PÊNALTIS

Athletico: Bruno Guimarães (marcou), Lucho González (marcou), Nikão (marcou), Marcelo Cirino (marcou), Marco Ruben (marcou)

Grêmio: Rafael Galhardo (marcou), David Braz (marcou), Alisson (marcou), Matheus Henrique (marcou), Pepê (perdeu)

Nos pênaltis, o Athletico Paranaense levou a melhor e avançou à final. Após 100% de aproveitamento das nove primeiras cobranças, o goleiro Santos defendeu a cobrança de Pepê. Placar final, 5 a 4 para o furacão.

FICHA TÉCNICA: Athletico Paranaense 2X0 Grêmio

Motivo: Copa do Brasil – Semifinais VOLTA
Data: 4 de setembro, quarta-feira, às 19 horas (de Brasília)
Local: Arena da Baixada, em Curitiba-PR
Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Bruno Raphael Pires (GO)
VAR: Braulio da Silva Machado (SC)
Público: 28.841 torcedores
Renda: R$ 1.370.315,00
Cartões Amarelos: Bruno Guimarães, Lucas Halter, Marcelo Cirino e Marco Ruben (CAP); Rômulo (GRE)
Cartões Vermelhos: Kannemann (GRE)
Gols: Nikão aos 16 minutos do primeiro tempo e Marco Ruben aos 3 do segundo (CAP)

ATHLETICO PARANAENSE: Santos; Khellven, Robson Bambu, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington (Marcelo Cirino), Bruno Guimarães e Léo Cittadini (Lucho González); Nikão, Rony (Vitinho) e Marco Ruben. Técnico: Tiago Nunes

GRÊMIO: Paulo Victor; Leonardo (Rafael Galhardo), Pedro Geromel, Kannemann e Cortez; Rômulo, Matheus Henrique e Jean Pyerre (Thaciano); Alisson, Pepê e André (David Braz). Técnico: Renato Portaluppi

LEIA MAIS

Athletico x Grêmio: Assista aos gols da semifinal da Copa do Brasil

Athletico x Grêmio: Kannemann dá carrinho violento em Cittadini e é expulso; assista