Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Auxiliar Burgos sobre filosofia do Atlético de Madrid: “prefiro morrer com uma flecha no peito e não com uma no c…”

Inusitada declaração do auxiliar técnico de Simeone no clube Colchonero foi dada por ele em sua conta no Instagram na última terça-feira (10)

Luiz Mutschele
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Twitter oficial Atlético de Madrid

O Atlético de Madrid é considerado por muitos como o “time mais sul-americano da Europa” e muito disso deve-se ao técnico Diego Simeone, que implantou no clube a filosofia de um time aguerrido, lutador e que joga muitas vezes duro. O estilo de jogo e a mentalidade que ele procura implementar sempre nos jogadores são responsáveis por essa mudança na equipe desde sua chegada, que passou a ser um protagonista nos torneios em que disputa.

Como podemos ver, seu braço-direito, o ex-goleiro German Burgos auxilia nesse trabalho de ensinar aos que chegam, como é a filosofia da equipe. Ele falou mais sobre em uma postagem em seu instagram.

Ele começa falando sobre a semana de treinos no Atlético de Madrid:

“Este é o nosso primeiro dia de trabalho na semana em que vamos nos preparar para as finais que aí vem: Real Sociedad e Juventus”

Depois Burgos comenta sobre a adaptação dos novos jogadores que chegaram na última janela:

“Os jogadores estão se adaptando da melhor maneira, mas aquilo a que precisam de se adaptar primeiro é ao peso que a nossa camisa tem e isso requer, antes de mais nada, uma preparação mental para que depois o corpo possa estar em boa forma. Em outras palavras, é encarar cada jogo como se fosse uma final. Nós nos preparamos para finais, não jogos. Quando o jogador entende essa mensagem está muito mais perto de conseguir os objetivos. Mas é agora, já”

Por fim ele resume a filosofia do Atlético de Madrid de Simeone:

“A primeira mensagem que deve se instalar em suas mentes, e na de todos em geral é esta frase: ‘Prefiro morrer com uma flecha no peito e não com uma no c…’. É preciso dar a vida pelo companheiro e levá-lo ao sucesso”

Leia mais:

Atlético de Madrid: raio-x e expectativas para a temporada 19-20