Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Brasil depende apenas de si para sonhar com pódio na Copa do Mundo de vôlei feminino, mas tem velho rival pela frente

Após as três derrotas para Holanda, EUA e China, o Brasil precisava contar com a ajuda de resultados paralelos, além de desempenhar o seu papel, para não ficar de fora do pódio da Copa do Mundo de vôlei feminino

Andressa Fischer
Gaúcha, 22 anos | Escrevo sobre vôlei, futebol feminino e dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Divulgação/FIVB

O Brasil quase surpreendeu a favorita China de Ting Zhu, e somou um ponto no confronto, ficando no quase pela vitória. E depois de passar no teste contra as chinesas, o time comandado por Zé Roberto soma três vitórias seguidas, nove pontos ganhos.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique aqui e se inscreva!

Porém a sequência de resultados negativos, somado ao fato da competição ser disputada por pontos corridos, fez o time verde e amarelo ficar para trás na tabela, e precisar ‘secar’ os seus adversários mais diretos.

Faltando duas rodadas para o final do torneio, Holanda e Sérvia já ficaram para trás. Deixando apenas a Rússia no caminho brasileiro. As brasileiras respiraram mais aliviadas após a vitória suada dos EUA sobre a Rússia no tie-break, pois um triunfo russo acabaria com as chances de pódio do Brasil.

Antes do Brasil, as europeias tem a Quênia pela frente, e devem confirmar o favoritismo. Já as brasileiras enfrentam a Coreia do Sul de Kim, e precisam somar três pontos. Pois na última rodada desempatariam no segundo critério de desempate com a Rússia (saldo de pontos), já que as russas somam uma vitória a mais.

Veja os resultados que o Brasil precisa para terminar em terceiro lugar na Copa do Mundo de vôlei feminino:

– 27/9 (23h) – Brasil x Coreia do Sul – 3 x 0 ou 3 x 1 (uma vitória por 3 x 2, combinada a uma vitória por três da Rússia sobre a Quênia, eliminaria as chances de ultrapassar as russas no saldo de pontos);

– 29/9 (2h) – Brasil x Rússia – 3 x 0 ou 3 x 1 (3 x 2 a favor das brasileiras classifica as russas, em virtude do saldo de pontos).

* Hora oficial de Brasília-DF

LEIA MAIS

Brasil bate Camarões, vê Rússia cair diante dos EUA, e segue vivo na Copa do Mundo de vôlei feminino