Brasileirão 2019: 10 fatos que marcaram o primeiro turno

Competição chega a sua metade com muitos gols, polêmicas e dados curiosos para se analisar

Danielle Barbosa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

O primeiro turno da Série A do Campeonato Brasileiro terminou neste domingo (15) com disputa da 19ª rodada da competição, e após metade das 38 rodadas terem sido disputadas, poucos clubes seguem como favoritos na briga pelo título, enquanto a disputa contra o rebaixamento, que conta com grandes clubes, promete fortes emoções até a última rodada.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O Torcedores.com listou 10 fatos mais importantes que marcaram o primeiro turno do Brasileirão 2019; confira!

— FLAMENGO “CAMPEÃO” DO 1º TURNO:

O primeiro turno do Campeonato Brasileiro terminou com o Flamengo fechando o turno como campeão simbólico do Brasileirão, com 42 pontos conquistados e três a mais que o vice-líder Palmeiras. O time rubro-rubro tem o artilheiro da competição até o momento – Gabigol, com 16 gols marcados -, e o melhor ataque, com 42 gols marcados.

— VOLTA DE DANIEL ALVES AO FUTEBOL BRASILEIRO:

Daniel Alves fará uma das estreias do dia

A primeira metade do Brasileirão também marcou o retorno de Daniel Alves ao futebol brasileiro após 17 anos jogando em alto nível no futebol europeu, com passagens por Sevilla, Barcelona, Juventus e PSG. O lateral, que assumiu a camisa 10 do Tricolor, estreou na 15ª rodada, com a vitória por 1 a 0 sobre o Ceará no Morumbi, com direito ao único gol do jogo.

— ÁLBUM DE GOLAÇOS:

Se tem algo que não faltou neste primeiro turno do Brasileirão foi golaço – e de tudo quanto é jeito: bicicleta, falta, cobertura e olímpico. Relembre alguns:

ARRASCAETA – Ceará 0 x 3 Flamengo:

JEAN PYERRE – Grêmio 3 x 0 Goiás:

GABIGOL – Flamengo 1 x 0 Santos:

LEANDRO CARVALHO – Corinthians 2 x 2 Ceará:

MICHAEL – Goiás 2 x 1 Internacional:

— GRANDES CONTRA O REBAIXAMENTO:

Se a briga pelo título do Campeonato Brasileiro tem clubes como Flamengo, Palmeiras e Santos, na parte de baixo da tabela, outros grandes do Brasil estão na luta para fugir do rebaixamento. O Cruzeiro é o primeiro time na zona da degola, com 18 pontos conquistados – mesma pontuação do Fluminense, que soma uma vitória a mais.

— TÉCNICOS DEMITIDOS:

Felipão, ex-treinador do Palmeiras

Como já era de se esperar, as oscilações de alguns times na primeira metade do Brasileirão provocaram as quedas de alguns treinadores: Abel Braga deixou o Flamengo, Felipão foi demitido do Palmeiras, Fernando Diniz do Fluminense, Alberto Valentim do Vasco e Mano Menezes pediu as contas no Cruzeiro.

Além desses, nomes como Geninho (Avaí), Marcelo Cabo (CSA), Ney Franco (Chapecoense) e Claudinei Oliveira (Goiás) também foram demitidos no primeiro turno.

— REFORÇOS DE PESO:

Além da estreia de Daniel Alves, o Campeonato Brasileiro recebeu outros grandes craques durante as primeiras 19 rodadas, como os espanhóis Juanfran, no São Paulo, e Pablo Marí, no Flamengo. O time rubro-negro, inclusive, contratou os laterais Filipe Luís, da seleção brasileira, e Rafinha, ex-Bayern de Munique, além do meia Gerson. O Palmeiras contratou Luiz Adriano, que brilhou na Ucrânia e na Rússia.

— MÉDIA DE PÚBLICO:

Além de ter fechado o turno como campeão simbólico do Brasileirão, o Flamengo tem como um dos destaques em sua campanha até o momento a média de público na competição. O time rubro-negro já arrecadou mais de R$ 18 milhões de renda bruta e tem uma média de quase 51 mil torcedores por jogo. O Corinthians aparece na sequência. Veja o top-3:

FLAMENGO – 50.693 mil pagantes por jogo
CORINTHIANS – 36.621 mil pagantes por jogo
SÃO PAULO – 36.335 mil pagantes por jogo

— TENTATIVA DE ANULAR UM PARTIDA:

O Botafogo tentou anular a derrota por 1 a 0 para o Palmeiras antes da parada para a Copa América alegando que o árbitro marcou o pênalti a favor do time Alviverde com o auxílio do VAR após o jogo ter reiniciado. O STJD até chegou a retirar os três pontos palmeirense da tabela, mas após o julgamento, com decisão unânime a favor, a pontuação foi computada.

— PRINCIPAIS ESTATÍSTICAS:

Listamos aqui algumas estatísticas importantes que ajudam a explicar a tabela de classificação atual; confira:

MELHORES ATAQUES (TOP-3):

Flamengo – 42 gols
Santos – 30 gols
Palmeiras – 30 gols

MELHORES DEFESAS (TOP-3):

Corinthians – 12 gol sofridos
São Paulo – 13 gol sofridos
Palmeiras – 14 gol sofridos

MELHORES MANDANTES (TOP-3)

Flamengo – 100% (9 jogos e 9 vitórias)
Internacional – 86.67 (10 jogos, 8 vitórias e 2 empates)
Palmeiras – 85.19% (9 jogos, 7 vitórias e 2 empates)

MELHORES VISITANTES (TOP-3)

Santos – 53.33 (10 jogos, 5 vitórias, 1 empate e 4 derrotas)
Palmeiras – 53.33 (10 jogos, 4 vitórias, 4 empate e 2 derrotas)
São Paulo – 51.85 (9 jogos, 4 vitórias, 2 empates e 3 derrotas)

— DESEMPENHO PÓS-COPA AMÉRICA:

A parada para a Copa América, entre junho e julho, foi determinante para alguns clubes, como o Palmeiras, que tinha uma vantagem de 5 pontos para o vice-líder da competição e agora está três pontos atrás do líder. O Flamengo, por exemplo, estava oito pontos atrás do time Alviverde. Veja os três melhores times após a parada:

Flamengo – 25 pontos (10 jogos, 8 vitórias, 1 empate e 1 derrota)
Corinthians – 20 pontos (11 jogos, 5 vitórias, 5 derrotas e 1 derrota)
São Paulo – 18 pontos (10 jogos, 5 vitórias, 3 empates e 2 derrotas)