Carlos Sanchez afirma em coletiva que ninguém acredita que o Santos lutará até o final do Campeonato Brasileiro

O meio campista uruguaio também citou o incomodo de ficar no banco de reservas e que o time está “mais ou menos”

Gabriel Maiante
Colaborador do Torcedores

Crédito: Ivan Storti/ Sanfos FC

O meia uruguaio Carlos Sanchez concedeu uma entrevista coletiva nesta manhã de quarta-feira no CT Rei Pelé e comentou sobre sua atual fase vivida pelo Santos. Segundo Carlos Sanchez o alvinegro precisa melhorar seu desempenho principalmente atuando na Vila Belmiro onde a equipe vem de dois empates seguidos.

De acordo com Sanchez o fato de se encontrar no banco de reservas o incomoda mas a decisão do técnico Jorge Sampaoli tem que ser respeitada e o atleta tem de controlar seu lado emocional nesses momentos para não atrapalhar o restante do elenco.

Logo após algumas questões levantadas sobre o desempenho da equipe o uruguaio destacou a importância da partida contra o Flamengo e o título simbólico do primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? clique aqui e se inscreva!

Em conclusão o meia disse que ninguém acredita que o Santos continuará lutando pelo título da competição até o final, mas que os jogadores acreditam que podem ser protagonistas e mesmo sem tantas contratações que todos os atletas estão focados em conseguir realizar a conquista que não vem a muitos anos e assim marcar seu nome na história do clube.

O caminho para a conquista do Brasileirão

O Santos não conquista o título do Campeonato Brasileiro desde 2004. Desse modo vencer novamente essa importante competição seria algo extremamente marcante para o grupo. Segundo Carlos Sanchez o técnico Jorge Sampaoli constantemente comenta com os atletas a respeito de alimentar o sonho e apostar no atual momento vivido.

No final da entrevista coletiva ele também destacou o quanto é difícil brigar pelo título do Campeonato Brasileiro afinal diversos times com camisas pesadas no Brasil não conseguem brigar até o fim na competição.

Dessa forma o Santos se prepara para o importante duelo no sábado contra a equipe do Flamengo. Na partida disputada anteriormente o técnico Sampaoli não contou com Jorge, Soteldo, Cueva e Derlis González que defenderam suas respectivas seleções, além de Vitor Ferráz suspenso.

Assim esses atletas estarão disponíveis para o confronto, mas a baixa é Diego Pituca que foi suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A vaga pode ficar inclusive nas mãos de Carlos Sanchez, que foi utilizado como ala na partida diante do furacão.

LEIA MAIS

Bruno Marques se destaca na base do Santos e comemora experiência adquirida com Diego Costa do Atlético de Madrid