Com jeans e prancha emprestada, Ítalo Ferreira leva bateria entrando aos 9 minutos finais

Após ter seus documentos furtados e não poder embarcar para o ISA World Surfing Games, no Japão, uma reviravolta fez com que Ítalo Ferreira realizasse um feito inusitado na história do surfe

Aline Simon
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução (ISA/Jimenez)

O brasileiro Ítalo Ferreira conseguiu um feito inédito  primeiro dia da competição do masculino nos Jogos Mundiais de surfe que está sendo disputado no Japão. Ele chegou em cima da hora na praia de Miyazaki, sem prancha, e de bermuda jeans. Faltando apenas nove minutos para o fim de sua bateria, ele entrou na água e fez o impossível: com um aéreo de 8.33 pontos, venceu a disputa e saiu classificado para a segunda rodada da competição.

A prancha ele pegou emprestado de Filipe Toledo, que havia vencido a primeira bateria do round e também avançado para a segunda rodada. Já Gabriel Medina, o terceiro brasileiro na chave principal, ainda não estreou.

“Do aeroporto direto para a bateria. Uma das coisas mais loucas que já fiz”, escreveu o Ítalo Ferreira em suas redes sociais.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

“Foi uma semana maluca. Há algumas horas estava na embaixada americana conseguindo o visto, peguei o primeiro voo para o Japão e faltando alguns minutos consegui entrar na bateria”, comentou Ítalo ao jornalista Pablo Zanocchi, do Dukesurf.

“Os juízes nem viram que entrei na água, não havia bandeira de prioridade para mim. Comecei com a prioridade quatro e consegui pegar as ondas com esta bermuda e a prancha do Filipe. Tudo parecia perdido para mim, mas no final as coisas deram certo”, acrescenta o surfista.

O brasileiro venceu marcando 13,46 pontos, com segundo e o terceiro colocados, Leandro Usuna, da Argentina, e o mexicano Dylan Southworth colados atrás com 12,60 e 11,34, respectivamente. O norueguês Frode Goa fez 3,13 pontos.

Ítalo teve seus bens furtados depois que arrombaram seu carro na última semana enquanto estava em um restaurante, em Santa Mônica, na Califórnia. Desde então, o surfista esteve correndo atrás da documentação necessária para conseguir viajar, já que seu passaporte e visto haviam sido levados.

Os internautas aclamaram a atitude do atleta:

A previsão é que as disputas do segundo dia da chave individual masculina comecem por volta das 23h40 desta terça-feira, pelo horário de Brasília.

Leia mais: WSL anuncia a Challenger Series, um novo nível de competição

Brasileiras se destacam no ISA World Surfing Games, no Japão

Jadson André garante sua vaga no circuito mundial de 2020