Cuca não é mais técnico do São Paulo

Cuca pediu para deixar o clube nesta tarde de quinta-feira (26) após derrota para o Goiás, pelo Brasileirão

Márcio Donizete
Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Foi repórter colaborador, líder de colaboradores e hoje é editor no Torcedores.com.

Crédito: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Cuca não é mais técnico do São Paulo. O treinador pediu para deixar o clube na tarde desta quinta-feira (26) após a derrota do Tricolor para o Goiás, na noite de quarta (25). A informação foi inicialmente dada pelo portal Globoesporte.com e confirmada por Arnaldo Ribeiro, colunista do Torcedores.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Infelizmente meu estilo não casou. Que venha outro profissional para tirar mais. Não trata de se demitir ou ser demitido. Ou acha que eles ou to contente? Pensando nisso houve essa saída. Falei com jogadores e tenho certeza que vai vingar e arrancar”, declarou Cuca em coletiva dada no CT da Barra Funda.

O comandante deixa o Morumbi após apenas cinco meses de trabalho. Foram nove vitórias, dez empates e sete derrotas em 26 partidas, aproveitamento de 47% dos pontos disputados nesta segunda passagem pelo São Paulo. A equipe deve ser comandada interinamente por Vagner Mancini, que trabalha na coordenação.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Pressão sobre Cuca aumentou após sequência ruim

Mesmo com um elenco recheado de reforços, como as chegadas de Daniel Alves, Juanfran e Raniel, o desempenho do time não evoluiu com Cuca. Nos últimos cinco jogos no campeonato nacional, a equipe somou uma vitória, dois empates e duas derrotas.

Naturalmente, a pressão sobre ele aumentou, assim como o técnico já sentia que o trabalho não avançaria mais. Depois da derrota para o Goiás, a torcida xingou o agora ex-comandante e fez protestos na porta do Estádio do Morumbi pedindo sua saída.

No Brasileiro, o Tricolor está na sexta colocação, com 35 pontos, a 13 do líder Flamengo, e a 7 do Palmeiras, vice-líder, e que ainda joga na rodada diante do CSA, no Pacaembu. A meta da diretoria era de 38 pontos na virada do primeiro para o segundo turno. Foram conquistados 32.

VEJA MAIS
Arnaldo Ribeiro critica São Paulo: A fila anda – e pesa demais…
Cuca afirma dar razão à torcida por protestos contra São Paulo: “Eu xingaria se estivesse no lugar deles
Cuca fala sobre lado emocional dos atletas após derrota: “Ansiedade atrapalha muito”