De promessa à realidade, conheça a trajetória de Boskovic, o fenômeno da Sérvia

Eleita melhor jogadora da Europa pela segunda vez, jovem oposta é o grande destaque da Sérvia no cenário Mundial

Raul Felix
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução CEV

No último domingo (08), a Seleção Feminina da Sérvia conquistou o bicampeonato europeu de vôlei. O grande destaque da equipe foi a oposta Tijana Boskovic, foi escolhida como MVP pela segunda vez na competição. Desde a sua estreia, no mundial da Itália, em 2014, a jogadora acumula prêmios individuais. Além da performance com o selecionado sérvio, a jogadora também é destaque no Vitra Eczacibasi, da Turquia.

Boskovic surpreendeu o mundo do voleibol em 2014. Na ocasião, a jovem de 17 anos substituiu a ídolo do time Brakocevic, principal estrela da equipe. Mesmo com os holofotes ao seu redor, a jovem não se intimidou. Desde então, a oposta é considerada uma das melhores jogadoras do mundo e acumula prêmios na carreira.

Com o Vitra Eczacibasi, Boskovic conquistou os prêmios de melhor jogadora e oposta do Mundial de Clubes de 2016, 2017 e 2018. No campeonato turco foi eleita a melhor atacante na temporada 2018/19. Os números com a camisa da Seleção da Sérvia não ficam a desejar. Melhor na sua oposto dos Jogos Olímpicos de 2016, Grand Prix de 2017 e melhor jogadora da Europa no mesmo ano.

Mas, o ápice da curta e sucessora carreira da oposta teve resultado no Mundial de seleções no ano passado. No mundial realizado no Japão, Boskovic foi eleita a MVP da competição. Na grande final contra a Itália foram 26 pontos. Com o rendimento a jogadora ajudou a Sérvia a conquistar o título inédito da competição.

Os números da jogadora no Campeonato Europeu de Seleções surpreendem. Na final vencida pela Sérvia diante da Turquia foram 23 pontos, na vitória no tie-break. Além da medalha de ouro, a oposta conquistou pela segunda vez consecutiva o título de melhor do torneio, fato só ocorreu duas vezes, com as russas Kosheleva e Artamonova.

LEIA MAIS:

Osasco-Audax estreia no Paulista Feminino de Vôlei nesta terça-feira (10)
Sérvia deixa Itália pelo caminho e enfrenta a Turquia na final do Europeu