Demissões, treta, goleadas, eliminação e mais: 48 horas malucas no futebol brasileiro

Só doideira! Quatro treinadores demitidos, Ganso e Oswaldo trocando xingamento e Galo fora da Sul-Americana

Matheus Camargo
Colaborador do Torcedores

Crédito: Montagem

Quatro demissões, treinadores desempregados, treinadores contratados, briga entre jogador e técnico dentro do gramado, muitos gols, eliminação dolorida. Parece assunto para uma temporada, mas é exatamente o que rolou nos últimos dois dias no futebol brasileiro.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O fim de tarde e início da noite de quinta-feira (26) reservou uma série de notícias que levaram muitos torcedores à loucura. Dois treinadores deixaram seus clubes, um por vontade própria e outro à força e a contragosto da própria torcida, três times aplicaram goleadas pesadas sobre seus adversários, já que os jogos da rodada rolavam normalmente, e Ganso e Oswaldo de Oliveira protagonizaram cenas lamentáveis no Maracanã.

A sexta (27) veio sem calma alguma. Mais duas demissões, treinador demitido ontem e contratado hoje, desdobramentos e muito mais.

Veja e entenda tudo o que rolou nas últimas 48 horas do futebol brasileiro:

As próximas horas prometem ainda mais no futebol brasileiro. Alguns clubes seguem sem treinador, a rodada do fim de semana vem por aí, tem estreia de Diniz, provável retorno de Rogério, jogos pesados entre clubes do G-12, rebaixamento pegando fogo com clubes em crise e muito mais.

Leia mais:
CEO do Magnus revela projeção ambiciosa do clube e cita ex-dirigente do Palmeiras para explicar desejo de chegar ao futebol

Que música da edição 2019 do Rock in Rio representa a fase do seu time?

Maracanã, Palmeiras, Iron Maiden e mais: veja 6 vezes em que o futebol esteve no Rock in Rio

Gustavo Gómez diz que “futebol é resultado” e coloca Palmeiras na briga pelo título com o Flamengo

Cristiane diz que merecia troféu de melhor do mundo em 2008 e revela ceticismo com prêmio da FIFA