Escritor colorado rebate acusações de Cacalo, ex-presidente do Grêmio: “Sei que tu tem medo do Inter”

Fabrício Carpinejar fez duras críticas à postura de Cacalo envolvendo a final da Copa do Brasil entre Inter x Athletico

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Reprodução

Repercutiu muito por todo o Rio Grande do Sul as fortes declarações de Luiz Carlos Silveira Martins, o Cacalo, ex-presidente do Grêmio. Durante a programação de “O Bairrista”, nas redes sociais, ele destacou que o Inter tem sido ajudado pela CBF e que o Athletico fatalmente seria “garfado” na final da Copa do Brasil.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Uma das principais respostas veio do escritor Fabrício Carpinejar, que é colorado. Em sua coluna no portal GaúchaZH, ele chegou a dizer que Cacalo tem “medo” do Inter:

“Querido Cacalo,

Choro de perdedor é constrangedor quando vira desespero. Cadê a elegância? Nem parece um senhor de barba branca, ex-dirigente, pai de família.

Cacalo, já sabemos que tem medo do Inter. Mas antes conseguia esconder. Perdeu as estribeiras, já esqueceu o advogado dentro de si, já faz denúncias falsas sobre o que nem aconteceu (criou uma nova categoria de acusação: roubo profético), correndo risco de ser processado por calúnia e difamação pela CBF e Sport Club Internacional, numa tentativa enlouquecida de desestabilizar um time vencedor e enxovalhar uma competição.

Até há pouco estava reclamando que o Grêmio foi roubado pelo Atlético Paranaense com a não marcação de um pênalti. Agora diz que o Inter vai garfar o título. Todos são ladrões quando o Grêmio não ganha em campo. Conhecemos a piada. Não adianta condicionar os árbitros com as mentiras. Eles só terão mais gana e raiva por terem a sua conduta moral questionada sem provas.

A Copa do Brasil terminou para o tricolor. Aceite que dói menos.

Aconselho a procurar ajuda. O nome disso é paranoia. Toda a mania de grandeza recalcada vira paranoia. Vê inimigos onde apenas existe incompetência. Lamento, amigo. Não precisava terminar assim.

Abraço
Fabrício Carpinejar”.

Inter e Athletico iniciam a grande final da Copa do Brasil nesta quarta-feira, 21h30, no Paraná. A grande final ocorre no Beira-Rio, dia 18.

Mais – reveja como foi a festa dos colorados no embarque do time ao Paraná:

LEIA MAIS:

Nova chance, sentimento antes de final e papel de Odair: falamos com o colorado Heitor

Pottker volta a iniciar uma partida, mas despista sobre continuidade no Inter: “Procuro não falar muito”

Virou segurança? Zeca protege colegas e cutuca rivais: “Fazem gracinha e depois não aguentam”

Sobis explica confusão com Reinaldo: “Estávamos comemorando e ele ficou enchendo o saco”

Siga o autor:

No YouTube

No Instagram