Felipão é demitido e deixa o Palmeiras após derrota para o Flamengo

O treinador alviverde deixa o comando do Palmeiras com o título do último Campeonato Brasileiro, mas com eliminações marcantes em mata-mata

Rafael Brayan
Apaixonado pelo estudo do esporte mais praticado no mundo.

Crédito: Cesar Greco/Ag; Palmeiras

Nesta segunda-feira (2), uma reunião marcou o fim da passagem de Felipão no comando do Palmeiras. O treinador foi demitido após a derrota por 3 a 0 para o Flamengo, no estádio do Maracanã, e a eliminação para o Grêmio na Copa Libertadores.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O Palmeiras anunciou a saída de Felipão, mas ressaltou o respeito e a admiração pelo trabalho do comandante que encerrou a sua terceira passagem pela equipe com uma conquista de Brasileirão, mas com eliminações marcantes na Libertadores e na Copa do Brasil.

Além da demissão do treinador, o Palmeiras também não permanecerá com os auxiliares Paulo Turra e Carlos Pracidelli. Antes do confronto contra o Flamengo, Mauricio Galiotte afirmou que estava confiante no trabalho de Felipão no comando da equipe e ressaltou que esperava um ano de 2020 brigando por todos os títulos novamente.

Mano Menezes, Abel Braga e Vanderley Luxembugo aparecem como opções para assumir o comando do Palmeiras. Além dos brasileiros, aproveitando o sucesso de Jorge Jesus no Flamengo e Sampaoli no Santos, o time encara a chegada de estrangeiros como outro viés. Na sua opinião, quem deveria assumir o time? Vote!

LEIA MAIS:

Depois do presidente, Felipe Melo deposita confiança em Mattos e Felipão: “Cabe a nós jogadores entrar em campo e buscar as vitórias”

Veja a lista de técnicos brasileiros e estrangeiros livres no mercado