Torcedores – Notícias Esportivas

Filipe Luís fala sobre adaptação ao Flamengo e elogia companheiros de clube: “Estão facilitando tudo para mim”

Retorno ao futebol brasileiro traria algumas dificuldades, mas Filipe Luís parece cada vez mais à vontade no Rubro-Negro

Bruno Romão
25 anos, jornalista formado pela Universidade Estadual da Paraíba, amante da escrita, natural de Campina Grande e um completo apaixonado por futebol. Contato: bruno.romao.nascimento@gmail.com

Crédito: Alexandre Vidal/Flamengo

Em entrevista ao jornal ”Marca”, o lateral-esquerdo falou sobre o processo de adaptação ao Flamengo. Naturalmente, ele frisou as diferenças em relação a Europa, mas fez questão de exaltar o comprometimento do elenco e da comissão técnica nas atividades. O fato gerou até certa surpresa no jogador.

”Eles estão facilitando tudo para mim, porque essa equipe tem muito nível. Os jogadores são de alta qualidade e eu já conhecia alguns companheiros, temos um treinador europeu … O que mais custou foi deixar o Atlético de Madrid. Mas estou muito surpreso com a intensidade do treinamento, os companheiros de equipe que tenho e a competição dos rivais. Eles não são tão organizados quanto na Europa, mas contribuem na hora de unir linhas. Mas, individualmente, são uma fonte de bons jogadores. Todo mundo controla bem a bola, tem um bom passe”, declarou.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Filipe Luís também falou sobre a decisão de jogar pelo Flamengo, mesmo com ofertas do Velho Continente.

”Há muito tempo, como eu estava livre, eu disse que tomaria a decisão após a Copa América.Eu tive uma reunião com Atleti para decidir juntos, então deixei o tempo passar. Naqueles meses, alguns clubes fizeram sua oferta por mim, e foi o Flamengo que esperou até o fim. Foi ele quem mostrou mais interesse e carinho. Me escreveram companheiros que eu nem conhecia ainda.Desde a infância, sempre sonhei em jogar no Brasil. Alguns não entendem a grandeza deste clube, mas, por exemplo, nos 200 metros que viajo para levar meus filhos à escola, não há ninguém que não fale comigo”, revelou.

LEIA MAIS