Jadson André garante sua vaga no circuito mundial de 2020

O brasileiro Jadson André conseguiu atingir a pontuação para fazer parte da elite do surfe mundial no ano que vem

Aline Taveira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Instagram

O potiguar Jadson André já está 100% garantido no circuito mundial de 2020 por chegar a 22.500 pontos com o terceiro lugar nas ondas da Playa Pantin, onde se destacou com seus aéreos. Os vencedores das outras duas etapas do QS 10000, Deivid Silva e Yago Dora, também estão no G-10, mas Deivid dispensa sua vaga no momento, por já estar entre os top-22 do CT que são mantidos na elite dos top-34.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Após a etapa do Abanca Galícia Classic Surf Pro, Miguel Pupo, com o titulo, atingiu 17.900 pontos no ranking e o novo vice-líder, Alex Ribeiro, já ultrapassou a barreira dos 18.000 pontos, que praticamente garante um lugar entre os dez indicados pelo WSL Qualifying Series para a elite do CT.

G-10 DO WSL QUALIFYING SERIES – após 42 etapas:

1- Jadson André (BRA) – 22.500 pontos
2- Alex Ribeiro (BRA) – 18.930
3- Miguel Pupo (BRA) – 17.900
4- Jorgann Couzinet (FRA) – 17.310
5- Matt Banting (AUS) – 16.750
6- Deivid Silva (BRA) – 16.650 é top-22 do CT
7- Yago Dora (BRA) – 15.960
8 Jake Marshall (EUA) – 15.300
9- Barron Mamiya (HAV) – 14.500
10 Liam O´Brien (AUS) – 13.900
11- Jack Freestone (AUS) – 13.000

Leia mais: Jovens brasileiros dão um show de surfe no Oi Pro Junior Series

Miguel Pupo vence o Galicia Classic Surf Pro, em Pantin

Filipe Toledo fala sobre a disputa do ISA Games, no Japão