Kaká faz um trabalho sobre clube-empresa e termina curso de gestão esportiva

O ídolo do São Paulo e Orlando City produziu, junto com o irmão e colegas, um texto com 80 páginas dissertando sobre planejamento estratégico de times brasileiros.

Arthur Fernandes
Apaixonado por esportes, Arthur Fernandes nasceu na cidade do Rio de Janeiro e tem 4 anos de experiência em jornalismo esportivo. Em suas horas vagas, Arthur costuma aprender novos idiomas para melhorar a sua comunicação. Além disso, o mesmo é torcedor fanático do Orlando City (futebol) e do SESC RJ (vôlei).

Crédito: Divulgação / Orlando City

Em conjunto com o seu irmão e colegas, Kaká participou de um curso online de gestão na Fundação Getúlio Vargas (FGV). Mesmo tendo o conteúdo disponível na internet, o ex-jogador tinha que comparecer em três aulas presenciais e apresentar um TCC (trabalho de conclusão de curso).

Siga o Torcedores também no Instagram.

O tema do projeto escolhido pelo grupo foi “clube-empresa e o planejamento estratégico de clubes no Brasil”. Portanto, foi estudado e apresentado casos reais de diversos clubes como Flamengo, Figueirense, Bragantino-SP e Botafogo-SP.

Está em dúvida sobre qual curso de faculdade escolher?

“Foi um dos melhores alunos que tivemos aqui. Como o curso é online, conseguimos ter controle do que a pessoa está estudando, o que está lendo, quanto tempo está lendo. Ele foi super dedicado às aulas, contribuiu bastante no seminário e foi muito generoso em dividir a experiência tão valiosa que tem como atleta, aliada à acadêmica que está adquirindo”, disse Pedro Trengrouse, que é coordenador do Centro Internacional para Estudos do Esporte da FGV, ao “GloboEsporte.com”.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Falamos no grupo por e-mail, por mensagens de celular, mas também por videoconferência, já que ele viaja muito. Kaká sempre muito ativo, participando bastante. Nosso trabalho abordou alguns exemplos específicos de clubes brasileiros, como o Flamengo, um caso de associação (não empresa) que está dando certo, tratamos também do Figueirense, uma S/A que não deu certo, mas também o Botafogo de Ribeirão Preto, que é uma S/A, que tem o filho do Sócrates no projeto, o Bragantino, outra S/A, e que estão conseguindo resultados”, explicou Sergio Cerqueira, colega de grupo e conselheiro fiscal do Botafogo, ao “GloboEsporte.com”.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

Vale lembrar que o Kaká se aposentou no Orlando City (EUA), que funciona como uma empresa junto com a liga nacional do país. A franquia estadunidense é comandada pelo empresário Flávio Augusto da Silva. Em 2013, o brasileiro comprou a equipe por 120 milhões de Dólares. Em 2015, já estava avaliado em 600 milhões de Dólares. Já a projeção é que, em 2026, o time da Flórida seja avaliado em 1 bilhão de Dólares em valor de mercado. Este é o modelo de gestão que inspirou o grupo do ex-atleta e que já vem sendo colocado em prática no Brasil.

LEIA MAIS – Jorge Jesus se encanta com promessa do Flamengo e o compara com Kaká

LEIA MAIS – MLS exalta os seus últimos resultados: “Uma das ligas mais emocionantes do mundo”