Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Manchester City: Sterling defende Bernardo Silva após polêmica de racismo

Raheem Sterling disse que, em nenhum momento, Bernardo usou um termo negativo para falar sobre a cor da pele

Samuel de Brito
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Alex Morton/Getty Images

Jogador do Manchester City, Bernardo Silva publicou, na última semana, uma imagem no Twitter em que Mendy foi comparado a um personagem de um pacote da marca de chocolates Conguitos e foi acusado de racismo. O treinador do City, Pep Guardiola, já havia saído em defesa de Bernardo anteriormente e agora foi a vez do colega e ativista antirracismo.

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Não acho que exista racismo. É uma situação entre dois amigos, Bernardo e Mendy, como todos sabem. Eu posso ver exatamente o ponto em que algumas pessoas podem ficar comovidas com isso, mas eu sinto que nessa situação Bernardo fez uma piada para o amigo”, disse Sterling.

Sterling, que atualmente joga no Manchester City, ressaltou os motivos de sua opinião: “Ele não se refere à cor da pele, nem aos lábios. Nas duas fotos, eles têm cabeças pequenas, você sabe. O mais importante para mim é que ele não se referiu a uma cor”.

Bernardo escreveu uma carta à FA dizendo lamenta o fato de que seu post nas redes sociais possa ter causado ofensas. Na carta, Mendy também defendeu o português, dizendo que não se sentiu ofendido.

Depois da vitória do Manchester City por 3 a 1 sobre o Everton no sábado, Sterling falou à Sky Sports e acrescentou: “Eu sinto que é realmente triste ver alguém como Bernardo, a semana inteira, ficar meio deprimido com isso, porque ele não é assim. Eu continuo falando sobre isso, eles são realmente bons amigos, é realmente triste ver isso. Ele não está errado para mim, mas ao mesmo tempo posso ver onde as pessoas pensam que está errado e só precisamos ser mais inteligentes nas mídias sociais”.

E voltou a reafirmar que: “Não há um momento em que ele use um termo negativo para falar sobre a cor da pele, então isso é a coisa mais importante. Ele tentou fazer uma piada e essa piada não era a melhor, mas precisamos seguir em frente e entender que era não intencional “.

LEIA MAIS:

Manchester City: Após ser acusado de racismo, Bernardo Silva pede desculpas por causa de tweet sobre Mendy

Arsenal: Martin Keown critica Granit Xhaka como capitão da equipe