Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Maradona sobre Copa de 94: ‘me tiraram quando venderam todos os ingressos’

Maradona concedeu entrevista como treinador do Gimnasia de La Plata, e falou sobre o caso de doping em 94

Icaro Brum
Colaborador do Torcedores

Crédito: divulgação: Twitter/Gimnasia

Maradona foi expulso da Copa do Mundo de 94, sediada nos Estados Unidos, por uso de substâncias proibidas pela FIFA. A expulsão ocorreu após Diego participar dos dois primeiros jogos da seleção na competição. Esteve presentes nas vitórias por 4 a 0 sobe a Grécia e sobe a Nigéria por 2 a 1 .

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

Os produtos, da família efedrina – efedrina, norefedrina, pseudoefedrina, norpseudoefedrina e metaefedrina. Tais substâncias podem dar estímulos adicionais aos jogadores.

Após seguidas suspensões por uso de cocaína, as substâncias destacadas no exame de Maradona, poderiam ser encontradas em descongestionantes nasais. O que gerou certa polêmica na época. Chegou-se a culpar o médico por receitar o descongestionante com substâncias proibidas pela FIFA. Até mesmo a CIA, em teorias conspiratórias teria sido envolvida na polêmica.

No livro “Inocente”(1995) , chegou-se a especular que durante a Copa, teriam procurado uma benção, e tal substância teria sido batizada em hóstia oferecida à Maradona, por um padre envolvido no esquema afim de prejudicar os argentinos.

Sem o craque argentino, a Argentina viria a perder os dois jogos seguintes. O primeiro deles contra a Bulgária, pelo último jogo da fase de grupos. Nas oitavas, foi eliminada pela Romênia.

Em sua volta como treinador, falou sobre a polêmica suspensão que deu fim em sua carreira em copas do mundo. Diego, deu a entender que foi usado para vender mais ingressos, e após esgotarem as vendas o descartaram.

O ex-jogador foi apresentando como novo treinador do Gimnasia de La Plata, atual lanterna do campeonato argentino. Gimnasia é o clube de futebol mais antigo da Argentina. Em cinco jogos até agora nenhuma vitória.

LEIA MAIS:

Maradona relembra efeitos dos treinos com Messi na Copa de 2010: “Começou a dar mais chutes no gol”