Mauro Cezar detona convocação: “o emprego do Tite vale mais que o Campeonato Brasileiro”

Jornalista criticou a decisão do técnico do time canarinho ao convocar vários jogadores de clubes brasileiros

Octávio Almeida Jr
Jornalista graduado pela Universidade da Amazônia (UNAMA), 27 anos.Repórter de campo pela Rádio Unama FM em duas finais de Campeonato Paraense (anos 2016 e 2017).

Crédito: Reprodução/Youtube

Jornalista normalmente crítico nas opiniões que profere, Mauro Cezar Pereira discordou profundamente da escolha de Tite em convocar jogadores do futebol brasileiro.

Mauro Cezar argumenta que os amistosos contra Senegal e Nigéria são irrelevantes. Isso sem citar o deslocamento da viagem. Os jogos serão disputados em Cingapura, país asiático. Ao todo, sete jogadores de times brasileiros foram convocados.

“Ele (Tite) poderia convocar somente jogadores que atuam no exterior pra esses dois amistosos, até porque os jogadores estariam saindo da Europa, principalmente, mais próximos ali daquela região do mundo (Cingapura), ou jogadores que atuam na China. Poderia preservas os times brasileiro porque esse calendário é culpa da CBF”, avalia o jornalista.

Mauro Cezar admitiu que a maioria dos dirigentes de clubes brasileiros são subservientes à CBF. Mas isso “não tira a responsabilidade maior da entidade principal e daqueles que nela atuam”, prossegue.

“O Tite não é bonzinho nessa história. É mais um a participar da CBF, faz parte desse status quo”, reforça Mauro Cezar.

“A seleção brasileira vem jogando mal. E evidentemente ele tá preocupado com a preservação do emprego. Ou seja, o emprego do Tite vale mais que o Campeonato Brasileiro que, como espetáculo, cai de qualidade”, dispara.

“É impressionante porque um grupo grande de comunicação paga muito caro pelos jogos do Brasileirão e esses jogos perderão atrações pra amistosos inexpressivos da seleção. Tem mais gente prejudicada aí”, finaliza Mauro Cezar.

Os jogos do Brasil contra Senegal e Nigéria estão marcados, respectivamente, para os dias 10 e 13 de outubro.

Veja a opinião completa no vídeo a seguir:

Leia também:

Sindicato dos Jornalistas defende Mauro Cezar e rebate Federação dos Treinadores: “acusações genéricas”

Brasil x Colômbia: jornal francês destaca provocações de Neymar ao torcedor adversário

Jornal espanhol cita estreia “frustante” de Vinicius Jr pela seleção brasileira