Torcedores – Notícias Esportivas

Monza renova contrato com a F1 até 2024

Monza aproveitou o clima festivo dos 90 anos da Ferrari e renovou seu compromisso com a categoria, depois de algumas incertezas

Carlos Lemes Jr
Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL.

Crédito: Divulgação/Autódromo de Monza

O GP da Itália chegou a ser dúvida no calendário da F1, por falta de garantias financeiras do promotores da etapa.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“A Itália é um daqueles países que estão desde o primeiro campeonato em 1950. História e velocidade são palavras que os fãs de corrida associam a Monza e o sentimento desse GP é único”, disse Chase Carey, CEO da Liberty Media, empresa dona da Fórmula 1 ao site oficial da categoria , em inglês.

O circuito de Monza só não recebeu a prova da Itália uma vez: em 1980, a corrida foi realizada em Imola e teve vitória de Nelson Piquet pela Brahbam. Decisões de título foram três em solo italiano, até hoje: uma delas foi a de 1972, que deu o primeiro título a Emerson Fittipaldi pela mítica Lotus preta e dourada.

“Nós garantimos a manutenção do grande prêmio, praticamente, na linha de chegada. Foi um esforço muito grande, mas estamos felizes com o resultado das negociações. Essa pista é um templo da velocidade”, comemorou Angelo Sticchi Damiani, presidente do Automóvel Clube da Itália. A entidade é responsável pela administração do autódromo.

O GP de Monza está acontece nesse fim de semana, dia 8 de setembro, e os treinos já começaram: no primeiro treino livre, Charles Leclerc da Ferrari pulou na frente para alegria dos tifosi.

LEIA MAIS
Fórmula 2: Arden anuncia apenas um carro em Monza com morte de Hubert