Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mundial de Atletismo: Augusto Dutra, Thiago Braz e Alison dos Santos avançam para as finais

No segundo dia de competições no Kalifa Stadium, Alison (Pio) e Thiago Braz foram os destaques do Brasil no Mundial

Bárbara Ribeiro
Colaboradora do Torcedores.com.

Crédito: Cbat/Divulgação

Neste sábado no Mundial de Atletismo em Doha, o Brasil bateu recordes e garantiu vagas nas finais. Alison Brandom, nos 400 metros com barreiras, Thiago Braz e Augusto Dutra, no salto com vara, e o time do revezamento 4×400 misto seguem firmes no torneio e vão brigar por medalhas.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O grande nome do dia foi Alison dos Santos, o Pio. Ele brilhou nos 400m com barreira seguindo para à final com 48s35, melhor tempo da sua bateria e melhor marca de sua carreira.

“Apesar de ter feito um bom tempo, eu sei que cometi erros bobos e que posso melhorar. Eu treino muito e o treino me dá confiança pra saber exatamente o que eu posso fazer. Eu estou me sentindo bem, sem peso algum e sei que posso melhorar ainda mais nessa final” disse Alison ao Globoesporte.com.

Na disputa do salto com vara, Thiago Braz se classificou com 5,75m de marca, após saltar na primeira tentativa 5,45m, 5,60m e 5,70m. Com o sarrafo a 5,75m, o brasileiro precisou de dois saltos para conquistar a marca, e avançar em quarto lugar na classificação geral.

Depois disso, Augusto Dutra se classificou com o salto de 5,70m, fechando a eliminatória na 10ª posição.

As finais do salto com vara, no Mundial de Atletismo em Doha, acontecem na próxima terça-feira (1), a partir das 14h05.

Já nos 4 x 400m misto, o time do Brasil formada por Anderson Henriques, Tiffani Marinho, Geisa Coutinho e Lucas Carvalho garantiu a segunda colocação na primeira fase de sua bateria, seguindo para à final. A equipe brasileira conquistou o novo recorde sul-americano com o tempo de 3m16s12. A decisão da medalha acontece neste domingo às 16h35.

Brasileiros são superados

Nos 100 metros rasos masculino, Paulo André parou na semifinal. Na disputa, o estadunidense, Christian Coleman, confirmou o seu favoritismo, e levou a medalha de ouro para casa com o tempo de 9s76. O sexto melhor da história dos 100m. Além dele, completaram o pódio Justin Gatlin, também dos Estados Unidos, com 9s89 e o canadense André de Grasse, com 9s90.

Nos 100m rasos feminino as brasileiras Vitória Cristina e Rosângela Santos, não avançaram. As duas terminaram a prova na quinta colocação. Vitória fez 11s41 em sua bateria. Rosângela fechou com 11s32.

Leia mais:

Mundial de Doha terá maratonas na madrugada e eliminatórias no fim da tarde devido a altas temperaturas do Qatar