Mundial de Basquete: Brasil perde para os EUA e está eliminado

Missão era difícil e sem grandes surpresas, a equipe brasileira terminou derrotada por 89 a 73 e além de eliminada do mundial de basquete, não conseguiu a vaga para as olimpíadas de 2020

Luiz Mutschele
Colaborador do Torcedores

Crédito: site oficial FIBA/ EUA x Brasil/ mundial de basquete

Depois da derrota para a República Tcheca por 93 a 71, a campanha do Brasil no mundial de basquete, que até então era perfeita e dependia apenas de derrotar a seleção que era tida como “azarona”para garantir a vaga nas quartas, mudou de figura. O que era quase certo, virou uma eliminação muito provável, pois a equipe brasileira precisaria “apenas” derrotar a sempre favorita seleção norte-americana.

Esportes de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!

O Brasil, apesar de todos prognósticos contra, fez dois quartos muito equilibrados contra os EUA, a ponto de ir para o intervalo perdendo apenas por quatro pontos, algo totalmente acessível teoricamente. Porém na volta para os dois quartos finais, a regularidade norte-americana ao longo de todo jogo pesou e o time brasileiro voltou a mostrar o nervosismo e os erros em excesso quando está muito pressionado por um resultado adverso.

O desequilíbrio psicológico foi agravado pela expulsão ainda no primeiro tempo de seu técnico, a seleção brasileira não resistiu quando os EUA começaram a se impor no terceiro quarto e até o final o que vimos foi a distância aumentar e o time se conformar com a derrota.

Pior que novamente morrer na praia depois de mostrar um basquete de bom nível na primeira fase do mundial de basquete, foi o fato de perder a chance de garantir a vaga olímpica, pois como EUA e Argentina avançaram para as quartas, ambas seleções ficaram com as vagas das Américas para a Olimpíada de Tóquio 2020.

Restará ao Brasil tentar no difícil pré-olímpico mundial sua vaga. Dependerá da sorte na hora do sorteio e de pegar uma chave acessível, pois apenas o primeiro colocado de cada uma das quatro chaves com seis seleções ficará com a vaga.

Destaques do Brasil no jogo

Vitor Benite – 21 pontos, quatro rebotes e uma assistência.

Leandrinho – 14 pontos, um rebote e uma assistência.

Anderson Varejão – 14 pontos, oito rebotes e três assistências.

Destaques do EUA no jogo

Kemba Walker – 16 pontos, um rebote e cinco assistências.

Myles Turner – 16 pontos e oito rebotes.

Jaylen Brown – 11 pontos, quatro rebotes e quatro assistências.

Leia mais:

Mundial de basquete: quais jogadores da NBA atuam por outras seleções

Mundial de Basquete: saiba quem são os oito classificados para as quartas de final