Torcedores – Notícias Esportivas

Muricy critica censura à revista com beijo gay na bienal e revela defesa a Richarlyson no São Paulo

Comentarista do Grupo Globo participou de quadro que leva seu nome no Globo Esporte

Matheus Camargo
Jornalista formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), colaborador do Torcedores.com desde 2016. Radialista na Paiquerê 91,7.

O ex-técnico e atual comentarista Muricy Ramalho voltou a protagonizar o quadro “Muricy Aleatório”, do Globo Esporte, e foi entrevistado pelo apresentador Felipe Andreoli.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

O ex-comandante do São Paulo, entre outras coisas de dentro e fora do futebol, respondeu sobre a polêmica envolvendo a censura a um livro que continha um beijo entre personagens gays na bienal do livro do Rio de Janeiro.

O comentarista saiu em defesa da diversidade e pediu respeito às diferenças.

“Tem que respeitar, né cara? Tem que buscar a felicidade, eu acho assim. Cada um tem que fazer a vida do seu jeito. Os outros tem que respeitar. Tem que saber a diferença. Está tudo muito chato hoje. Se quer beijar, tem que deixar, cara. Se o cara é feliz assim, beleza. A gente está muito preocupado com o outro aqui. Está muito chato.”

Muricy foi questionado sobre a relação que tinha com Richarlyson no São Paulo. O ex-meio-campista passou por problemas de homofobia quando atuava pelo clube paulista e chegou a ser criticado pela própria torcida, mesmo jamais tendo assumido sua orientação sexual.

“O Richarlyson foi um dos maiores profissionais que eu já trabalhei. Na época teve uma pressãozinha de algumas pessoas (membros da organizada) que foram falar com a gente, eu e o Marco Aurélio Cunha, que tinha que tirar o Richalyson. Eu disse: ‘vou fazer o seguinte, eu vou tirar todo mundo, o único que não vai sair é o Richalyson. O problema é de vocês.’ Eu não quero saber o que o cara fazer fora de campo, não me interessa o que o cara pensa sobre sexo, nada disso. Era um dos melhores, então não saía.”

Leia mais:
CEO do Magnus revela projeção ambiciosa do clube e cita ex-dirigente do Palmeiras para explicar desejo de chegar ao futebol