Muriel se irrita com atuação tricolor em Palmeiras x Fluminense: “É difícil falar de cabeça quente!

Em entrevista após Palmeiras x Fluminense, Muriel se irrita com atuação da equipe

Willian Ferreira
Colaborador do Torcedores

Crédito: Twitter/Reprodução

O Palmeiras venceu o Fluminense com facilidade nesta terça-feira (10), em jogo atrasado do Campeonato Brasileiro 2019. Válido pela 16ª rodada, o duelo no Allianz Parque teve vitória do Verdão: 3×0. Após a partida, Muriel, goleiro tricolor, concedeu entrevista ao Premiere e se irrita a atuação da equipe.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

“Bom, difícil falar de cabeça quente depois de um jogo que a gente perde de 3×0. Eu acho que independente de às vezes não conseguirmos jogar bem tecnicamente, não podemos nos conformar. Soubemos sofrer no último jogo, do Fortaleza. Tivemos qualidade e empenho, soubemos sofrer. Hoje foi totalmente o oposto. Mas o Palmeiras é uma grande equipe, outro motivo de termos que entrar ligados. Não tem que ficar lamentando muito, temos que ver o que o Oswaldo vai falar para revertermos isso. Deixamos de ganhar três pontos e temos que nos preparar, não nos abalarmos. Isso tem que servir de indignação”, afirmou Muriel, que se irrita ao relembrar Palmeiras x Fluminense.

Gols sofridos

Muriel também se irrita ao falar do alto número de partidas em que o Tricolor sofreu gols. “Cada jogo tem uma história, teve jogos que criamos bastante e tomamos gols de contra-ataque. O Palmeiras cria muito, viemos preparados, sabemos que o time deles tem qualidade. Temos que levantar a cabeça, não é porque perdemos que está tudo errado. Temos que corrigir tudo lá atras, neutralizar para não tomarmos mais gols”, finalizou.

LEIA MAIS
Muriel é perdoado pela torcida do Fluminense após falha contra o Internacional: “Fez dois milagres no jogo, injustiça absurda falar mal”
Fluminense x São Paulo será a primeira partida de Ganso contra a equipe em que atuou mais vezes na carreira
Torcedor do Fluminense, Paulo Henrique Amorim tratou do esporte para cutucar inimigos políticos e Rede Globo