Najila pede adiamento de depoimento do caso de vazamento de fotos íntimas por parte de Neymar

Jogador do PSG é investigado na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática por divulgar fotos íntimas de Najila Trindade em sua rede social

Paulo Silva
Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira ((9), está marcado a audiência de Najila Trindade na DRCI (Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática), no Rio de Janeiro, mas a modelo não deve comparecer para depor no inquérito que investiga se Neymar ou seu estafe cometeu crime ao divulgar no Instagram algumas mensagens que revelam fotos íntimas da mulher de 26 anos. As informações são do Blog do Perrone. 

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!

Cosme Araújo, advogado de Najila, justificou a ausência ao blog: “Houve um imprevisto e não viajamos. Estamos pedindo o adiamento da audiência”, disse ele, sem dar maiores explicações.

O depoimento dela é essencial para a conclusão do caso e a audiência havia sido marcada no dia 29 de agosto para esta segunda-feira (9), às 14h. Ela foi intimada para isso, e sua ausência emperra o apuramento.

O CASO 

A modelo Najila Trindade acusou Neymar de estuprá-la em um encontro que os dois tiveram em um hotel de Paris, no dia 15 de maio. O caso veio a público apenas no fim do mesmo mês, e depois de longas semanas de investigação, o caso foi arquivado por falta de provas.

No entanto, o jogador do PSG é acusado de outro suposto crime. No dia que o caso foi revelado de forma pública, ele compartilhou em seu Instagram partes de conversas que teve com a modelo, com o objetivo de provar que tudo foi consentido. Porém, fotos íntimas da mulher aparecem, e é justamente por isso que o atleta é investigado.

LEIA MAIS:

Ex-jogador cita “palhaçadas” de Neymar e diz que atacante inglês é superior: “os números são melhores”