Náutico: reveja a trajetória do finalista da Série C 2019

O Timbu percorreu um longo caminho no Brasileirão Série C. Agora, chegou a hora do Náutico disputar o título contra o Sampaio Corrêa

Anderson Lima
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Facebook Oficial / Clube Náutico Capibaribe

O Náutico chega ao final de uma Série C bastante empolgado. Tanto elenco quanto torcida alvirrubra estão confiantes para a disputa de 180 minutos que começa no próximo domingo (29).

Enquanto as disputas nos Aflitos e no Castelão não acontecem, confira o retrospecto do Timbu até o momento no campeonato:

Futebol de graça e ao vivo por 1 mês? Conheça o DAZN Brasil!!

Regularidade é a alma do negócio

Se adequando em campo durante as rodadas iniciais, o Alvirrubro de Rosa e Silva foi estabelecendo um bom desempenho. Na 1ª fase, perdeu apenas 5 das 18 partidas disputadas. Os reveses aconteceram, na maior parte, no mando de campo do adversário: ABC, Santa Cruz, Imperatriz e Globo.

Sem colher de chá

Com a rivalidade mais aflorada entre os três times recifenses contra o Sport, o Clássico das Emoções previsto na última rodada estava sendo cotado como “arrumadinho” por parte dos opositores do Náutico. Afinal de contas, o Náutico àquela altura já estava classificado para a fase de mata-mata na Série C e “não custaria nada” “deixar” o Santa Cruz vencer para ele também conseguir pleitear o acesso à Série B.

Acontece que a margem da brincadeira foi grande e o elenco levou a sério. Resultado: força total contra o Santa Cruz nos Aflitos, mesmo com a vaga na segunda fase garantida. O Timbu partiu pra cima e foi um 3 a 1 maiúsculo para manter a Tricolor do Arruda na Terceira Divisão em 2020.

Vaga, festa e STJD

A disputa contra o Paysandu durou mais que os 180 minutos. Não só pelos pênaltis cobrados, após dois empates ao fim da segunda partida. Mas sim devido ao pleito do Papão da Curuzu em querer anular a partida, alegando falta mal atribuída, que gerou o empate do Náutico nos Aflitos. O caso foi ao STJD, sem sucesso. A vaga continuou com o Timbu.

E como a vaga foi conquistada, a festa também ficou na história: diversos jornais esportivos relataram a invasão da torcida alvirrubra no gramado, para comemorar e agradecer ao elenco a conquista mais importante do clube em 2019.

Mais emoção

O Juventude mostrou ser páreo duro e não deixou fácil a vaga da final para o Alvirrubro. Dois 2 a 1 geraram mais uma disputa de pênaltis. Mais uma comemoração nos Aflitos. E é na casa do Náutico que começa a final do Brasileirão Série C 2019. A primeira partida é neste domingo (29) às 16 horas. A partida de volta é no Castelão, na capital maranhense, no domingo seguinte (06), no mesmo horário.

LEIA MAIS:
Sem choro, nem vela: Náutico x Sampaio Corrêa nos Aflitos, diz STJD
Mascote inspirado no Canarinho Pistola embala Náutico rumo ao título da Série C